Daniela Mattos Yoga com propósito, por Daniela Mattos Daniela Mattos encontrou na prática de Kundalini Yoga um caminho para a cura e sua verdadeira missão de vida. É autora do livro 'Sat Nam — Você É Seu Próprio Guru'.

Mudança radical

Por Daniela Mattos 1 ago 2022, 18h25

Quando mudei de país para morar em Nova Iorque, confesso que senti um certo desconforto. Para alguém que cresceu em uma cidade pequena, no sul de Santa Catarina, o caos e o ritmo frenético dos primeiros meses na nova cidade foram muito estressantes. Mas, como o ser humano possui uma capacidade natural de superação, depois de um tempo Nova Iorque se transformou em meu lar.

É claro que após o nascimento dos meus filhos, comecei a refletir se faria sentido continuar vivendo em uma cidade como Nova Iorque. Eu e o Marko, meu marido, pensamos e repensamos mil vezes sobre esse tema, e a conclusão era sempre a mesma: tínhamos que sair de Nova Iorque, mas ainda não era a hora. E foi a partir da chegada da Covid-19 que decidimos deixar a cidade, exatamente na madrugada do dia em que Nova York entraria em lockdown. Durante a travessia da famosa ponte George Washington, olhei para o meu marido e disse: “Nós não vamos mais morar em Nova Iorque”. Ele retribuiu meu olhar com uma expressão surpresa, de quem não acreditava, e ficou em silêncio.

Mudamos então para um dos subúrbios de Cleveland, Ohio, e foi muito legal. Um lugar mais espaçoso, tranquilo, e próximo da família do meu marido. A desaceleração foi muito boa para toda a família, mas ainda assim eu sentia que não era o suficiente. Eu precisava de espaço e de proximidade com a natureza. Naquele momento, viver no subúrbio era muito melhor do que o caos da cidade grande. Porém, diante de tudo o que estamos passando nessa transição de eras, nessa evolução da consciência (saindo da Era de Peixes para a Era de Aquário), eu sentia que o subúrbio ainda não era o suficiente. 

Segundo o Kundalini Yoga, esse período de transição será bem conturbado, a humanidade passará por muitas mudanças e será forçada a reaprender a viver espiritualmente até reencontrar sua alma, pois somente assim conseguiremos enxergar além das mentiras que nos rodeiam. Às vezes, me preocupo em saber como iremos atravessar um período tão conturbado previsto por várias profecias, culturas, religiões e astrologia. Nestes momentos procuro focar no yoga e nas minhas preces. Quando comecei a ler e estudar sobre isso, em 2017, eu achava que seria algo muito distante, e cheguei a pensar muitas vezes que eu não iria viver essas mudanças. Hoje, eu sei que já estamos vivendo esse processo, e cada vez mais acredito que para reencontrar a nossa alma precisamos meditar, orar e olhar para o que realmente é importante, como a família, a saúde, e valorizar os bons momentos e a proximidade da natureza.

Em março de 2022, quando meu marido foi oficialmente transferido de Nova Iorque para Cleveland, decidimos comprar uma casa e iniciamos a nossa busca. Em minhas pesquisas, procuro dar prioridade para as ofertas localizadas na área rural, longe da cidade e dos subúrbios. Após meses de buscas encontramos uma bela casa, com um bom terreno com mata virgem, localizada no meio de várias fazendas, e ficamos muito felizes. Às vezes parece um sonho, pois como essa área é mais isolada as crianças ainda brincam nas ruas com os poucos vizinhos que temos, exatamente como acontecia há 30 anos atrás. E o bom disso tudo é que elas também podem explorar a natureza ao redor.

Continua após a publicidade

Outra coisa que eu estou adorando é que estamos em contato direto com as pessoas que cultivam nossos alimentos. Acho isso tão especial, sinto imensa gratidão. Vamos semanalmente na fazenda vizinha comprar ovos, farinha, legumes e carne. Um dos meus vizinhos tem uma fazenda e cultiva legumes, milho, e é também apicultor. Na outra fazenda, a 2 km de distância, de frutas e legumes, é possível colher mirtilos e comprar legumes e proteína animal. Toda semana vou a esses lugares comprar o que eu preciso, e só depois vou ao supermercado. A vida no campo é mais simples, e já me fez reconhecer o quanto dá para ser feliz mesmo em meio ao caos que a humanidade está vivendo.

Essa mudança radical está sendo maravilhosa e renova minhas esperanças de que mesmo sabendo que ainda vamos ter muitas transformações pela frente, se eu continuar conectada com a minha alma, seguindo minha intuição, tudo ficará bem. O mundo caótico de hoje em dia pede por mudanças radicais, por dentro e também por fora, para voltarmos a construir um caminho de luz para as próximas gerações.

 Muita Luz, Verdade e Sat Naam

 

Daniela Mattos @danielamattos_yoga

Daniela Mattos é escritora e instrutora de yoga e meditação em português e inglês para adultos e crianças. Especializada em Kundalini Yoga, ela compartilha com as pessoas técnicas de meditação e yoga para que também elas possam melhorar suas próprias vidas. É autora de “Sat Nam – Você é seu próprio guru” e produz conteúdo para seu canal no YouTube, o Daniela Mattos – Kundalini Yoga.

Continua após a publicidade

Publicidade