Por que você deve comer a parte branca da laranja e do limão

Descubra os benefícios da parte que costumamos descartar

Por Cristina Nabuco (colaboradora) Atualizado em 30 abr 2017, 11h42 - Publicado em 30 abr 2017, 07h00

Você retira a parte branca da laranja e do limão? Quase todo mundo faz isso, mas não deveria. Além das fibras solúveis, que ganham a consistência de gel e, por isso, amenizam a fome, o bagaço das frutas cítricas concentra ferro, cálcio, magnésio e zinco – bem mais que  o sumo –, segundo um estudo da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp (SP).

Veja também: Limão ajuda a queimar gordurinhas

“Ele ainda tem hesperidina, antioxidante capaz de reforçar as defesas do organismo”, diz a médica do esporte  e nutróloga Flávia Pinho, do Rio de Janeiro. Se optar pela versão orgânica, dá para você consumir inclusive a casca, rica em fitoquímicos  com ação anti-inflamatória. Use  as raspas sobre a mousse light e a  salada ou deixe secar ao sol para  transformar em chá. Já o limão,  batido inteiro (sem as sementes), vira uma deliciosa limonada suíça.

  • Publicidade