Limão ajuda a queimar gordurinhas – mas é preciso saber a dose certa

Descubra a medida ideal para perder peso de maneira segura e, de quebra, aumentar a vitalidade e combater as rugas precoces

O limão é uma fruta famosa por queimar os excessos de gordura na cintura e desintoxicar o organismo. A quantidade ideal, no entanto, ainda gera algumas dúvidas. É só não exagerar na dose: consumir de duas a três unidades por dia – aliadas a uma dieta equilibrada – é suficiente para você perceber uma boa diferença na balança.

Em 2014, o uso da fruta para emagrecer voltou à moda e até virou livro nos Estados Unidos, escrito pelo terapeuta holístico Tom Woloshyn. A versão em português, intitulada “A dieta Master Cleanse” (editora BestSeller, 272 páginas), propõe passar dez dias à base de limão diluído em água com glicose e pimenta, sem nenhum alimento sólido. Mas não se empolgue: o método pode prejudicar gravemente a saúde.

A estratégia de beber o suco puro de vários limões, ainda em jejum, também é considerada pouco segura pela maioria dos nutricionistas. “Dependendo do organismo, a ingestão exagerada de limão pode agredir o estômago“, alerta a nutricionista Daniela Jobst, da Clínica Jobst, em São Paulo.

Segredos da fruta

Pode-se dizer que é o ácido cítrico que dá ao limão os principais poderes emagrecedores. As frutas da mesma família, como a laranja e a mexerica, também carregam esse ácido, mas o limão é campeão. E essa substância não é fraca: “O ácido cítrico tem ação adstringente, agindo como se fosse um detergente dissolvendo toxinas e gorduras”, afirma Daniela Jobst.

O sabor azedo dá a ideia dessa fruta aumentar a acidez no organismo. Mas não é o que acontece: o limão tem ação alcalinizante (outro mérito do ácido cítrico) e, por isso, deixa o pH do sangue e de outros líquidos corporais menos ácidos. Isso favorece o funcionamento do metabolismo e do organismo como um todo, facilitando a perda e a manutenção do peso. Por ter ação antisséptica, ele ainda combate os microrganismos inimigos que provocam fermentação no estômago e no intestino. Ou seja, é um alimento que pode evitar o acúmulo de gases.

Canecas de água com limão

 (id-art/Thinkstock/Getty Images)

Seu intestino anda preguiçoso? Mais um motivo para você aderir à fruta, que, segundo a química Conceição Trucom, autora do livro O Poder de Cura do Limão (editora Alaúde, 200 páginas), tem um leve efeito laxativo. Mais efeitos notáveis: o suco de limão tem 40 miligramas de vitamina C em 100 mililitros. Não é muito em comparação à acerola e ao kiwi. Mesmo assim, é uma fruta com ótima ação antioxidante. Significa que é capaz de tirar de cena os radicais livres, aquelas moléculas que provocam o envelhecimento precoce.

Caso esteja pensando em engolir um suplemento no lugar do limão para manter a pele jovem, saiba que a troca nem sempre vale a pena. “O consumo de duas unidades diárias supera o poder de um comprimido efervescente de 500 miligramas de vitamina C. Isso acontece porque, na fruta, a vitamina está ativa e conta com o auxílio de cálcio, potássio e outros componentes que aumentam seu aproveitamento pelo organismo”, afirma Conceição Trucom.

O mais surpreendente: o limão pode prevenir câncer, especialmente o de mama, segundo estudos do Departamento de Oncologia da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, realizados em cobaias. Mas, nesse caso, é imprescindível que você consuma a fruta inteira com a casca – parte do limão que concentra os óleos essenciais cítricos, como o d-limoneno. “Essa substância se mostrou capaz de inibir a proliferação das células alteradas”, comenta Daniela Jobst. A dosagem preventiva de d-limoneno, segundo Conceição, é o consumo mínimo diário de três limões com polpa e casca.

Taiti, galego ou cravo?

O limão-taiti é o mais fácil de ser encontrado de norte a sul do Brasil. Mas pode ser galego, cravo, siciliano… Esses e todos os outros tipos (são mais de 70) têm as mesmas propriedades nutricionais e terapêuticas. Portanto, prefira aquele que estiver em maior abundância, mais bonito e barato no momento. E, claro, consuma-o ainda fresco, muito bem lavado e todos os dias!

Modo certo de usar

O suco deve ser feito com o limão fresco, se possível orgânico, e consumido imediatamente após o preparo. São cuidados que preservam as substâncias terapêuticas da fruta. Veja a maneira adequada de consumir para…

…emagrecer, desintoxicar e desinchar

Esprema um limão fresco num copo d’água, como se fosse uma limonada sem açúcar. Beba em jejum, 30 minutos (no máximo 15) antes do café da manhã, para que a “faxina” não seja prejudicada por qualquer alimento sólido. Repita a receita de 10 a 15 minutos antes do almoço e do jantar. Por que sem açúcar? Esse é um ingrediente com ação contrária a do limão: intoxica o organismo, além de ser calórico.

Se você já tentou e seu paladar não aceita nada muito azedo, acrescente de 10 a 15 gotas de lima-da-pérsia à limonada – é um pouco mais doce e também tem ação desintoxicante. De qualquer maneira, para perceber a diferença na cintura, você deve se comprometer em consumir o limão diluído diariamente até atingir o objetivo na balança. Além disso, crie o hábito de usá-lo para temperar salada, peixe, carne assada (tipo quibe) e lentilha cozida.

…ativar o sistema imunológico

Bata no liquidificador (ou passe na centrífuga) um limão fresco com casca (retire apenas o miolinho branco e as sementes) com um copo de água de coco (ou mineral), uma maçã e um punhado de broto de alfafa (ou salsinha). Beba no meio da manhã e no meio da tarde. A fruta e os vegetais agem em sinergia com o limão, aumentando o poder protetor e revitalizante do suco.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

…diminuir os gases e estimular o intestino

Dilua o suco fresco de um limão em um copo de água morna e beba ainda em jejum por uma semana. Quanto mais próximo o alimento estiver da temperatura do corpo, menos trabalho o organismo tem de digeri-lo. E, nesse caso, o ideal é que todas as substâncias presentes na fruta sejam absorvidas. Se você usar o limão com a parte branca, aquela que fica na entrecasca, o suco também vai ter pectina, fibra que serve de alimento para as bactérias boas – fundamentais para manter o intestino saudável e pronto para assimilar melhor os nutrientes dos alimentos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Nossa, amei essa matéria, eu estou estudando bastante sobre esse tema, o limão nas dietas e seus poderes “mágicos”.
    Realmente ele ajuda de várias maneiras, muito bom mesmo.
    Eu encontrei <a href="http://dieta.eco.br/do-limao/"este site aqui que tem muitas informações e dicas de dieta e cardápio com o limão. Confira depois.

    Curtir

  2. Limão é bom demais. Sempre gostei de adicionar limão à comida (não só na salada, mas na carne, no arroz e feijão). Não sabia de todas esses “poderes” dos limões. Vou atualizar algumas informações no meu site e colocar mais limão no meu dia a dia.

    Curtir

  3. Esta dica é muito valiosa, eu costumo comparar ela com uma que eu vi, são dez dicas para emagrecer, eu fiquei muito motivado pois você pode fazer em qualquer lugar, se tiver a oportunidade faça você também.
    https://receitinhascaseiras.com/10-maneiras-de-eliminar-a-gordura-abdominal/

    Curtir