Bruxismo e tensão maxilar: veja como lidar com esse desconforto

O estresse aumentou o número de casos de bruxismo e tensão no rosto. Entenda como aliviar esses sintomas e o que fazer caso eles piorem.

Por Marcela De Mingo Atualizado em 13 out 2021, 13h09 - Publicado em 13 out 2021, 08h00

Se antes da pandemia de coronavírus já lidávamos muito com o estresse do dia a dia, depois que ela chegou essa sensação parece ter se multiplicado. É fácil as pessoas perceberem essa tensão de maneiras diferentes, e uma das mais comuns é por meio do bruxismo ou da tensão no rosto. 

Os dados sobre o efeito da pandemia na tensão maxilar e aumento dos casos de bruxismo ainda não são conclusivos, mas a Organização Mundial de Saúde acredita que a condição afeta em torno de 30% da população mundial. 

De acordo com a biomédica e fisioterapeuta Raphaella Autran, do Instituto Andrea Tedesco, no Rio de Janeiro, o bruxismo é uma atividade parafuncional, caracterizada pelo apertar ou ranger dos dentes em movimentos semelhantes aos da mastigação. “Pode ser classificado em bruxismo de vigília, quando o paciente aperta ou range os dentes enquanto está acordado, ou o bruxismo do sono”, diz ela. 

Para a especialista, o primeiro passo para tratar esse desconforto é identificar a causa, que pode ser tanto física quanto emocional. “Os sintomas podem ser de dor ao nível da articulação temporomandibular (ATM), que podem gerar estalidos (barulhos), ressaltos ou até luxação ou subluxação da mesma; dor de cabeça, desde cefaleias a enxaquecas, passando por uma eventual sensação de pressão na testa ou na nuca. No caso de já se verificar desgaste do côndilo da mandíbula, pode haver também limitação na abertura e fechamento da boca, dentre outros sintomas”, afirma.

A partir daí, caso o paciente já apresente ou desenvolva os sintomas acima, é indicado buscar um cirurgião-dentista especializado em dor orofacial para determinar o diagnóstico físico. “Se não for detectado nenhum problema físico ou estrutural, ele será encaminhado também para o fisioterapeuta fazer avaliação da função dos músculos e, se precisar, uma intervenção.”

Como lidar com a tensão no rosto e o bruxismo? 

É fato que a causa do bruxismo ou da tensão pode ter um fundo físico, no entanto, o emocional tem um grande efeito nas causas dessa condição. Por isso, Raphaella indica um estilo de vida equilibrado, com atividade física, boa alimentação e acompanhamento psicológico ou terapêutico. 

Para Alessandra Scavone, fonoaudióloga especialista em ioga facial e criadora do método Masc Facial, o estresse da pandemia contribuiu para um aumento de 60% dos casos de bruxismo e tensão no rosto. Por isso, ela recomenda alguns exercícios para relaxar a mandíbula e melhorar a condição. Veja abaixo:  

(Manter cada posição por 5 segundos e realizar o exercício com a boca semi aberta. Três séries no total.)

Mulher com a mão na boca Descrição gerada automaticamente com confiança média

1

Massageie, de forma lenta e profunda, a região do músculo masseter, perto da orelha. Faça 10 repetições na vertical (para cima e para baixo).

 

Continua após a publicidade
2

Coloque a língua como se estivesse sendo sugada completamente pelo palato (céu da boca) e mantenha essa posição até que haja o “estalo” e ela se solte.

 

Continua após a publicidade
3

Para soltar a tensão da mandíbula, siga o seguinte esquema:
– A mandíbula (parte debaixo) ficará fixa e o exercício será feito com o maxilar (parte de cima). Coloque as mãos em 45 graus no rosto (polegares abaixo das orelhas).
– Abra a boca só com a parte de cima, mantenha nessa posição por 5 segundos e feche por 5 segundos. Faça 3 séries.

 

Continua após a publicidade
4

Pressão para relaxar a região:
– Coloque o polegar apoiado abaixo do queixo e a falange do dedo índice no queixo. Faça pressão por 5 segundos.
– Coloque o polegar apoiado abaixo e a falange do dedo índice no meio da mandíbula. Pressione por 5 segundos.
– Coloque o polegar apoiado abaixo e a falange do dedo índice perto da orelha. Pressione por 5 segundos.

 

Continua após a publicidade
5

Massageie o tragus (região da orelha), tracionando para frente e para trás, abrindo e fechando a boca com a língua atrás dos dentes.

 

Continua após a publicidade
6

Se você tiver um à mão, passe o roller facial 10 vezes, para cima e para baixo, bem lentamente. Nesse caso, o roller não deve ir à geladeira antes.

 

Continua após a publicidade
7

Para o relaxamento da mandíbula, coloque 3 dedos (indicador, médio e anular) em 3 pontos: 

  1. Na primeira posição, os 3 dedos estão logo abaixo do “osso” que tem na bochecha, sendo que o indicador estará perto da orelha;
  2. Na segunda posição: os 3 dedos na região da mandíbula;
  3. Na terceira posição 3 dedos estão no meio, entre a 1ª e a 2ª posição.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade