Continua após publicidade

Dia Mundial do Sorriso: 9 dicas para ter dentes mais bonitos e saudáveis

Veja o que fazer para cuidar da saúde oral, melhorar a qualidade dos dentes e, consequentemente, aumentar a confiança em seu sorriso

Por Juliany Rodrigues
Atualizado em 2 out 2023, 14h38 - Publicado em 2 out 2023, 15h30

Hoje, 2 de outubro, é celebrado o Dia Mundial do Sorriso. E é claro que a melhor maneira de aproveitar a data é sorrindo, não é mesmo? Afinal, esse pequeno ato, além de nos tornar mais bonitos e simpáticos, também nos ajuda a aliviar a tensão, a aumentar o bem-estar e a estabelecer relações sociais mais facilmente.

Segundo o Prof. Hugo Lewgoy, doutor pela Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo e consultor científico da Curaden Swiss, o sorriso pode ser prejudicado por diversos fatores, entre eles, falta de manutenção da saúde oral, estresse e má alimentação. “Eles favorecem o acúmulo de placa bacteriana, o amarelamento dos dentes e o surgimento de doenças orais, como cáries e gengivite”, explica.

Para que você conquiste um sorriso bonito e mantenha a sua saúde bucal em dia, a seguir, o especialista compartilha nove dicas valiosas. Confira:

1

Realize a escovação com uma escova adequada

Com certeza, o principal passo para você cuidar da saúde e da aparência do seu sorriso é a escovação regular, que deve ser feita duas vezes ao dia. O cirurgião-dentista aconselha que essa etapa seja realizada com uma escova ultramacia, pois cerdas duras podem desgastar o esmalte dos dentes e provocar retração gengival.

“A escova também deve possuir uma grande quantidade de cerdas, pois, quanto mais cerdas, maior é a eficácia da escovação e menor é o acúmulo de placa bacteriana no dente”,completa.

Continua após a publicidade
2

Priorize um creme dental de baixa abrasividade

Assim como as escovas, na hora de escolher um creme dental, também é importante ficar de olho nas características do produto. Isso porque, de acordo com Hugo, existem muitos cremes dentais com ação abrasiva, o que, em excesso, desgasta o esmalte dental e colabora para a retração da gengiva. É interessante priorizar aqueles que sejam livres de SLS (sodium lauryl sulphate) em sua composição.

3

Não se esqueça do fio dental e da escova interdental

Muitas vezes, na correria do dia a dia, é comum que as pessoas deixem de lado o fio dental e a escova interdental, fazendo apenas a escovação. O especialista alerta que esse hábito pode ser extremamente prejudicial para a saúde oral, uma vez que não garante a higienização efetiva.

“Enquanto o fio dental auxilia na remoção de detritos alimentares e pontos de contato muito apertados, a escova interdental realiza a desorganização da placa bacteriana nas irregularidades e depressões interdentais que o fio dental não consegue higienizar”, destaca.

Continua após a publicidade
4

Higienize a língua

Apesar de não estar diretamente relacionada à aparência dos dentes, a higienização da língua é muito importante para cuidar da cavidade oral, evitando o mau hálito e o desenvolvimento de microrganismos que podem ser nocivos para o seu sorriso.

5

Aposte no enxaguante bucal

Hugo esclarece que os enxaguantes desempenham um papel significativo na prevenção do desenvolvimento de microrganismos na boca. Dependendo de sua fórmula, esse produto pode evitar cáries e bactérias, combater a sensibilidade e ainda ajudar a manter o hálito sempre fresco.

6
Continua após a publicidade

Cuide da sua saúde oral em qualquer lugar

Carregar na bolsa um kit com escova de dente, creme dental e escova interdental é uma boa estratégia para você realizar a higienização da cavidade oral independentemente de onde estiver.

7

Desestresse

Você sabia que o estresse pode afetar diretamente a saúde bucal? “Em momentos de grande tensão produzimos altas quantidades de hormônios como hidrocortisona, cortisol e adrenalina, substâncias que desencadeiam um efeito pró-inflamatório no organismo, o que favorece o surgimento de inflamações e infecções, incluindo doenças periodontais”, afirma o cirurgião-dentista.

“Além disso, quando estamos estressados aumentamos a prática de hábitos negativos, como a má higiene oral, o que somado à vulnerabilidade do organismo pode favorecer o surgimento de doenças como cáries, gengivite e halitose”, acrescenta.

Então, é indispensável que você cuide da saúde de seu organismo como um todo para evitar qualquer tipo de problema nos seus dentes e gengiva. Tente gerenciar o estresse no seu cotidiano e adote práticas como meditar, dormir bem e manter contato com pessoas da família e amigos.

8
Continua após a publicidade

Alimente-se corretamente

Outra precaução importante é ter uma dieta balanceada e livre, principalmente, de açúcar, uma substância que favorece o aparecimento de gengivite, halitose, cáries e outras doenças periodontais. “O indicado é limitar o consumo de açúcar, ingerindo, no máximo, uma colher de sopa do ingrediente por dia”, aconselha Hugo Lewgoy.

“Além disso, verifique nos rótulos dos produtos se existe algum tipo de açúcar escondido, limite a frequência dos lanches entre as refeições, substitua os refrigerantes por água e evite alimentos açucarados pegajosos, como chicletes e balas, que podem deixar resíduos nos dentes e favorecer o aparecimento das doenças orais”.

9

Consulte um dentista regularmente

Manter consultas regulares com um dentista é essencial por uma série de motivos, sendo que um deles é a possibilidade de detectar possíveis problemas precocemente e, dessa forma, evitar que eles se tornem mais graves.

Além disso, esse profissional realiza uma avaliação do estado da sua saúde oral e da qualidade dos seus dentes, oferecendo orientações adequadas e específicas para o seu caso.

Continua após a publicidade

 

 

Publicidade