Beleza

Pega leve, beleza? Por que tentar a rotina de cuidados minimalista

Que tal estabelecer um passo a passo mais leve, só com o que é realmente essencial? A gente ensina como

por Karina Hollo Atualizado em 24 ago 2020, 13h29 - Publicado em 6 ago 2020 07h12

A pandemia do Covid-19 nos obrigou a deixar para trás tudo o que é desnecessário e supérfluo e focar no que realmente é importante e essencial. Seja na alimentação, nos exercícios e na beleza — sim, não é porque teoricamente temos mais tempo (por termos que permanecer em isolamento social) que resolvemos nos jogar as rotinas de cuidados sem fim, daquelas que exigem paciência da Korean Beauty, com diversos passos. Na verdade, o ritual de beleza minimalista é o que está dominando essa nova rotina.

Por isso, resolvemos perguntar a dermatologistas o que realmente é indispensável na hora de tratar a pele e os cabelos. Vem com a gente logo ao que interessa!

Pele

A rotina básica de cuidados com a pele depende muito da idade. Mas, no geral, ela gira em torno de limpeza, hidratação e filtro solar.

Passo 1: Limpeza

“Lavar o rosto é muito importante para remover a oleosidade excessiva e impurezas, como resíduos de maquiagem, poluição e células mortas”

Dra. Fabiana Seidl, dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, coautora do livro Doenças da unha

No entanto, os agentes de limpeza não devem promover um ressecamento muito grande para atingir o seu objetivo, o ideal é que possuam um ph próximo ao ph da pele que é de 5,5.

“Também gosto muito de utilizar loções de limpeza em vez de sabonetes, principalmente para quem tem a pele mais sensível. Elas limpam profundamente e mantêm a umidade natural, além de não serem irritantes”, continua a médica.

Hidratação é uma das etapas mais importantes (e indispensáveis) no skincare
Hidratação é uma das etapas mais importantes (e indispensáveis) no skincare Jamie Grill/Getty Images

Passo 2: Hidratação

Em seguida é a hora e a vez dos hidratantes. Eles melhoram a textura e flexibilidade da pele, além de criar uma barreira protetora contra agressões externas, prevenindo o ressecamento. “Ele são fundamentais para todos os tipos de pele porque restauram a barreira cutânea, retendo água. Hidratar, diferente do que muitas pessoas pensam, não é deixar a pele mais oleosa e sim aumentar a quantidade de água para protegê-la contra ressecamento e agentes irritantes”, explica Fabiana.

Passo 3: Proteção

Muito bem, estamos em dois passos. Todo mundo consegue limpar e hidratar, não é? E falta só mais um: proteção solar. E ele é necessário mesmo dentro de casa. “Os raios ultravioleta do tipo A, responsáveis pelo envelhecimento e surgimento de manchas, ultrapassam o vidro da janela e não sofrem grandes variações ao longo do dia. Então, mesmo dentro de casa você sofre os danos relacionados à radiação UVA, a não ser que não entre luz solar”, avisa Fabiane. O FPS diário deve ser no mínimo de 30. E a luz visível, presente em lâmpadas artificiais, eletrônicos e em 40% da radiação que chega ao planeta, também causa danos importantes para a pele. Para proteger contra a luz visível é fundamental o uso de filtro solar com cor.

Gadgets

Nesse universo de beleza minimalista, em que procedimentos clínicos e cremes antiidade não entram, os massageadores e rollers são auxiliares. “Eles compõe o momento de selfcare”, diz a dermatologista Adriana Cairo, de São Paulo. Ela conta que face rollers, por exemplo, proporcionam uma massagem facial que ativa a circulação e ajuda na drenagem. Em outras palavras, uma horinha antes de uma videoconferência vale gastar uns minutinhos com eles, para deixar os contornos do rosto mais definidos.

O mesmo vale para o gua sha. Menos relaxante que as pedras de jade ou de quartzo rosa que escorregam pelo rosto, esse acessório facial dá um up instantâneo no rosto. Ah! O quartzo rosa seria calmante e ativaria a luminosidade, ajudando na restauração da pele. Já o jade é purificante, ideal para pele oleosa ou acneica.

E sobre os massageadores faciais? A promessa é limpeza profunda, tem gente que sente o rosto mais acordado e firme. O que dizem as especialistas? “De novo, a massagem é benéfica para a pele, além de gerar bem-estar. Só é preciso entender quantas vezes por semana usar, para não agredir demais a barreira cutânea. Uma ou duas vezes é a medida.”

Luna 3, Foreo

Limpa profundamente, além de tonificar a pele. O aparelho sônico elimina a sujeira, o óleo e as células mortas acumulados nos poros em apenas 1 minuto. Além disso, o verso faz massagens para áreas específicas do rosto.

Compre aqui.

Jade Roller

Com duas pedras, a maior para grande, para ser usada nas bochechas, na testa, na linha da mandíbula e no pescoço. E uma menor, circular, para as áreas dos olhos, das pálpebras e das olheiras, e do queixo. Os movimentos devem ser na direção que facilita a drenagem linfática.

Compre aqui.

Gua sha

Essa pedra tem origem na medicina chinesa e cabe na palma da mão. Usado para fazer uma “raspagem”, ele aumenta a circulação, a drenagem linfática, reduz o inchaço e relaxa os músculos.

Compre aqui.

Continua após a publicidade

Cabelo

A lavagem correta é mais eficaz que mil produtos de finalização
A lavagem correta é mais eficaz que mil produtos de finalização Moyo Studio/Getty Images

Passo 1: Limpeza

Os cuidados capilares são básicos não só para a beleza dos fios como também para manter o couro cabeludo saudável. Anote aí. “É preciso lavar os cabelos todos os dias ou no máximo em dias alternados com produtos adequados para seu tipo de couro cabeludo e de haste capilar”, fala Dra. Veridiana Abud, médica da clínica For All Group de São Paulo, pós-graduanda em Dermatologia e atuante em tricologia.

“Não lavar os cabelos com essa frequência gera oleosidade, acúmulos de resíduos e sujeira, o que pode gerar queda, inflamação do couro cabeludo e prejudicar o crescimento e a qualidade dos fios”, continua ela.

E não esqueça do condicionador — mesmo se você tem o cabelo curto. Ele fecha a cutícula do cabelo e é responsável por promover maciez e brilho, dificultando a quebra do fio. Então, enxágue muito bem, com água sempre morna ou fria.

Passo 2: Hidratação

Pelo menos uma vez no mês, use uma máscara hidratante e sempre penteie os fios com cuidado para não quebrá-los. “Cabelos lisos e oleosos, geralmente, precisam de hidratação com máscara capilar a cada 15 dias. Já os cabelos secos, cacheados e crespos, na maioria dos casos, necessitam de máscaras uma vez na semana.”

Confira abaixo algumas opções:

Óleos Marroquinos, Amend

Os óleos são uma ótima maneira de selar os fios, impedindo que a hidratação vá embora. Resgata o brilho, maciez e elasticidade usando ativos milenares de beleza como óleo de argan, amêndoas, extrato de tâmara e manteiga de karité.

Compre aqui.

Morte súbita, Lola Cosmetics

Recupera as pontas duplas, hidrata e dá brilho e a suavidade. Os ingredientes naturais fortalecem a estrutura dos fios contra a quebra e protegem os cabelos dos danos causados pelo calor e exposição aos raios ultravioletas. 

Compre aqui.

Argan Oil, INOAR

Repara profundamente a fibra capilar e promove reposição das proteínas com hidratação intensa. É rica em ácidos graxos essenciais, como o linolênico e o oleico, e vitaminas A, D e E. O Argan promove ação reparadora e antioxidante. Hidrata, fortalece, nutre e revitaliza os cabelos.

Compre aqui.

Continua após a publicidade

Passo 3: Proteção

“Muita gente percebeu que ao ficar em casa sem precisar usar secador e chapinha diariamente, os cabelos se tornaram mais hidratados, brilhosos e macios. Isso aconteceu porque as fontes térmicas, de qualquer tipo, causam dano à haste pilar. E quanto maior for a frequência de uso, maior será o estrago dos fios e em alguns casos do couro cabeludo”

Dra. Veridiana Abud, médica da clínica For All Group de São Paulo, pós-graduanda em Dermatologia e atuante em tricologia.

Se você notou seus cabelos mais bonitos e brilhantes nesse período de isolamento social, não foi mera coincidência.

Como diz a doutora Veridiana, o uso mais moderado de ferramentas de calor diminuem os danos aos fios e até ao couro cabeludo.

Evitar ao máximo fontes térmicas (secador, chapinha, modelador de cachos e outros) funciona quase como um spa capilar, já que todos eles agridem muito a fibra. Mas, se for usá-las, aplique protetor térmico.

Até agora, tudo bem simples, certo? Vale inclui na rotina de cuidados capilares o leave-in, que em tradução livre significaria “deixar ficar”. Existem produtos sem enxágue para hidratação, controle de frizz, proteção térmica, reduzir de volume e outros.

“Finalmente, só prenda os cabelos quando estiverem secos e não tracione demais os fios ou durma com eles molhados, o que pode causar irritação e até queda.”

Essa matéria faz parte da edição de agosto de BOA FORMA, que tem como tema Pegue Leve e conta com uma série de matérias sobre como parar de se cobrar tanto durante a quarentena.

Confira também nosso especial de equilíbrio, sobre se cobrar menos nesse quarentena; nosso especial de alimentação, com 21 receitas leves para o jantar; e nosso especial de movimento, com treinos de Tai Chi Chuan e Pilates Move Flow para trazer mais leveza.

Todas as ilustrações dos especiais e da capa foram realizadas por Marcella Tamayo.

Continua após a publicidade