Xampu sólido: como usar o queridinho do cuidado capilar natural

Esclareça dúvidas sobre como escolher a barra ideal para seu cabelo e como usar essa nova versão de xampu

Por Marcela Rodrigues* (colaboradora) - Atualizado em 1 jun 2018, 15h27 - Publicado em 11 abr 2018, 18h09

Você pode nunca ter ouvido falar nele, mas a procura pelo xampu em barra tem aumentado não só pelo aumento de pessoas que desejam seguir uma rotina de beleza minimalista e natural mas também porque ele é um aliado de quem está passando pela transição capilar, como as adeptas das técnicas no-poo e low-poo. Com uma fórmula rica em óleos essenciais, vegetais e manteigas, ele tem o poder de higienizar (sim!) sem retirar toda a hidratação natural dos fios – as cacheadas amam!

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Por causa do formato sólido, não é difícil confundi-los com um sabonete comum. Feitos artesanalmente, com ingredientes naturais e locais, e livres de corantes artificiais, parabenos, aromas sintéticos e outras químicas nocivas, eles oferecem menos riscos de provocar alergia. Mais um ponto positivo: quando escorrem pelo ralo durante o banho, não poluem o solo e o sistema de vida marinha.

Como escolher o xampu sólido

Para descobrir qual fórmula é melhor para seus fios, só mesmo pesquisando e testando! Um blend de óleos vegetais, essenciais e manteigas de um bloco de xampu que é legal para o cabelo oleoso pode não ser tão bom para fios secos. E vice-versa. Há muitas marcas fabricando e vendendo em ateliês, feiras e lojas online. Na dúvida, opte por uma produtora perto de você e colabore com o empreendedorismo feminino.

Como usar o xampu sólido

  • Para a barra durar, divida-a em duas ou três partes. Tire uma para usar e guarde as outras na própria embalagem, longe da umidade. Aliás, evite deixar o pedacinho que você estiver usando molhado o tempo todo – vale até optar por uma saboneteira furadinha.
  • A aplicação é feita no cabelo úmido: o ideal é esfregar a barra nas mãos molhadas e aplicar na cabeça só a espuma que se formar. Passá-la diretamente nos fios, sobretudo nos mais finos, pode deixá-los pesados. Esfregue, com leveza, o couro cabeludo e enxágue. Dica: passar vinagre nesse momento traz brilho em maciez.
  • Se você tem um cabelo mais seco, prefira xampus ricos em manteigas e óleos  nutritivos. Se não, opte por fórmulas adstringentes. Ao comprar, pergunte sobre a função de cada ingrediente da fórmula.

Opinião de quem usa xampu sólido

“Meu cabelo é liso, levemente ondulado (aquele tipo sem muita forma: às vezes está mais escorrido, às vezes, com ondas dignas de babyliss! Pena que não sou eu quem controla isso!). E, com o xampu sólido, acabo ganhando mais volume ainda, como gosto!

Preciso confessar que, no começo, cultivei uma relação de amor e ódio com ele por muitos motivos: me enrolava toda ao passar a barra direto no couro cabeludo e os fios ficavam pesados porque não retirava o produto direito. Por isso, até sentia falta da versão líquida. Mas essa adaptação toda passa bem rápido e, aí, fica impossível não se encantar com um xampu feito à mão. Juro: o status é de item decorativo na pia do banheiro!

Hoje, embora eu não faça uso diário desse item, o considero muito importante no processo de transição para uma rotina de beleza consciente. Até porque ele nos ajuda a desmistificar que precisamos de embalagens elaboradas e excesso de espuma para a limpeza acontecer. Ah, porque eu não uso todo dia: descobri que, no meu cabelo, o resultado fica melhor se alterno com versões líquidas (orgânicas  e ecológicas, claro! Mas, em férias na praia, só uso minhas barrinhas. Toda essa estratégia eu só descobri experimentando! Quer dicas de marcas? Gostei dos produtos da Ares de Mato, Fefa Pimenta e Ewe Alquimias.”

*A autora

Marcela Rodrigues, da coluna Beleza Consciente
@anaturalissima/Reprodução Instagram

Marcela Rodrigues é jornalista, consultora em beleza natural, instrutora de ioga, aprendiz de curandeira e entusiasta de uma vida holística e slow – mesmo morando na capital paulista! É autora do portal a Naturalíssima, sobre autocuidado e estilo de vida consciente | @anaturalissima

Continua após a publicidade
Publicidade