2 técnicas de meditação para manter o foco na dieta e no treino

Bastam 10 minutos por dia para ver resultados

Por Eliane Contreras 9 jan 2018, 15h35

Podem ser cinco minutos de manhã e cinco à noite. “O que importa é você meditar todos os dias para baixar a ansiedade e, assim, resistir aos impulsos da mente primitiva (aquela que diz no seu ouvido para comer o que não deveria)”, diz a coach Angela Verbeno.

Com a tranquilidade adquirida com a meditação, você vai escolher o que é melhor para colocar no prato – e quando. “Ainda ganhará autocontrole e motivação para manter o foco na dieta e a regularidade dos exercícios”, observa Angela.

  • Mas, para obter
 os benefícios, pratique-a diariamente por dez minutos e, na semana seguinte, aumente o tempo para 20 minutos. Escolha uma das técnicas a seguir ou combine as duas.

    Técnica 1

    • Em um canto tranquilo, sente com a coluna reta e os pés apoiados no chão ou cruzados, como for mais confortável.
    • Relaxe o corpo aos poucos, dos pés até o topo da cabeça.
    • Sinta o ar entrar e sair num intervalo mais longo que o habitual. Depois de alguns minutos, respire normalmente.
    • Deixe os pensamentos virem e irem como se fossem nuvens passando no céu.
  • Técnica 2

    • Sentada, respire e sinta seu corpo no presente. Não deixe a mente voltar ao passado ou se preocupar com o futuro. Volte totalmente sua atenção no aqui e agora.

    Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

    Para não cair em tentação

    E se surgir uma barra de chocolate na sua frente e a vontade voltar com tudo? Não brigue com a situação e diga para si mesma: “Eu sei
 e aceito o meu desejo pelo doce, mas escolho não comer”.

    É um exercício mental que faz com que você domine o inconsciente, e não
 o contrário, que ele domine você. Se não der certo, pratique a meditação da admiração. Olhe para uma foto ou admire uma flor para desviar o pensamento e voltar para sua meta atual.

    Continua após a publicidade
    Publicidade