7 medidas práticas para sua rotina ser mais organizada

Um bom planejamento agiliza a realização das tarefas, melhora o foco e auxilia na conquista dos objetivos estabelecidos

Por Caroline Randmer (colaboradora) - 22 fev 2018, 16h19

1. Mantenha uma agenda

O registro dos compromissos vai ajudá-la a se programar. “Assim, você não acumula diversas funções ao mesmo tempo e consegue realizar todas as pendências sem tumulto”, diz Yuri Busin, psicólogo e diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental e Equilíbrio, em São Paulo.

2. Defina metas

O planejamento só funciona quando você sabe exatamente aonde quer chegar. Daí a importância de definir suas metas – mas faça delas algo realista, afinal, não há organização que dê conta de planos ultramirabolantes.

3. Limite o tempo nas redes sociais

Não dá para negar: elas tomam um tempão da vida de todas nós. Daí porque é preciso muita consciência para não se perder nos feeds de Facebook, Instagram, Twitter… “Limitar o uso dessas ferramentas é uma ótima maneira de evitar distrações e perda de tempo”, garante Yuri.

4. Arrume sua mesa

Organizar seu local de trabalho vai fazer com que você encontre seu material mais rapidamente, evitando o stress da busca desenfreada por aquele relatório que você jura que viu há dois minutos.

5. Delegue tarefas

Repassar certas responsabilidades pode ser tudo de bom – isso se você souber o que está fazendo. “Compartilhar obrigações resulta em uma grande economia de tempo, desde que você seja clara sobre o que precisa e não tenha que refazer todo o trabalho depois”, alerta o especialista.

6. Comemore os pequenos avanços

Essa prática reforça que você está no caminho certo. “Pequenas recompensas valorizam o que já foi realizado e servem de incentivo para que você mantenha o foco”, analista o psicólogo.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

7. Planeje o dia seguinte

No fim do expediente, visualize o que está por vir. Pense nas tarefas, como pretende realizá-las e quanto tempo demorará em cada uma delas. Mas não seja muito rígida. “É importante lembrar que imprevistos acontecem. Se os planos mudarem, exerça sua flexibilidade”, aconselha Yuri.

Continua após a publicidade
Publicidade