Após perder 68 kg, ela mudou a forma como encarava a comida

A americana Christine Carter compartilha no Instagram fotos de sua transformação e conta como mudou sua relação com a comida

Por Da Redação Atualizado em 17 fev 2020, 15h13 - Publicado em 19 jul 2017, 20h08

Muitas histórias de perda de peso são consideradas vitórias pelos protagonistas — e esse é o caso de Christine Carter. Em 2014, a americana que pesava mais de 124 kg começou a mudar sua vida ao se submeter a uma cirurgia de gastrectomia vertical.

Já falamos muitas vezes aqui que o maior segredo do sucesso de um emagrecimento duradouro é a alimentação saudável aliada ao exercício físico. Mas, em alguns casos como o de Christine, a cirurgia é recomendada devido ao risco que o sobrepeso leva à saúde – a à dificuldade que pessoas obesas enfrentam para se exercitar e chegar em suas metas.

Embora, para alguns, a trajetória dela possa parecer tranquila devido à intervenção cirúrgica, Christine teve muitos altos e baixos, aprendendo a lidar com sua vontade de comer para saciar o emocional.

O perfil no Instagram dela tem servido para divulgar sua história e inspirar outras pessoas a se esforçarem na perda de peso e, em postagem recente, ela falou sobre como sua relação com a comida mudou.

View this post on Instagram

"Nothing tastes as good as skinny feels" is crap. I can promise you in both of these pictures chocolate chip cookies tasted exactly the same. The difference was how I have taught myself to THINK about food. I used to live for the next meal. Like…literally eating lunch I was thinking about what I would eat for dinner. I have learned to enjoy NEW things about food. I've learned to love cooking and am finding new ways everyday to make low sugar/carb meals that taste great but don't keep me from my goals. I've learned to stop EATING my feelings and find new outlets for them. Mine are playing piano and working out (even though I hate working out…it clears me mind.) . Today I challenge you to take up new ways to blow off stress. New ways to feel good. Cause I learned the hard way that while bad food feels good now…it doesn't make you feel good in the end. Happy Friday!

A post shared by Christine Evans (@weightlosshero) on

Continua após a publicidade

“Acho uma bobagem dizerem que “nenhum sentimento é tão bom quanto se sentir magra”. Posso prometer que em ambas as fotos que os cookies de chocolate tinham exatamente o mesmo sabor para mim. A diferença foi como eu me ensinei a PENSAR sobre comida. Eu costumava viver para a próxima refeição (…) Mas, aprendi a desfrutar novos aspectos em relação aos alimentos. Aprendi a gostar de cozinhar e estou encontrando maneiras de preparar refeições com baixo teor de açúcar. Também não como mais por causa dos meus sentimentos e encontrei novos destinos a eles”, escreveu.

Veja também: Musa fitness mostra que barriga chapada no Instagram é um truque

Christine explicou o quão importante é encontrar novas maneiras de aliviar o stress e se sentir-se bem sem recorrer a alimentos pouco saudáveis. Embora não seja fã de exercícios, ela conta que malhar é uma maneira de limpar sua mente, assim como tocar piano.

Para as internautas curiosas ou pessoas que passam por situação semelhante a que a americana viveu antes da perda de peso, ela tem um conselho: “Colocar sua mente no lugar certo é o ponto de partida perfeito!”

View this post on Instagram

Self-sabotage is a terrible. It really is. It is as defeating as it is self destructive. Here you are doing so great: exercising, eating right, and then—(insert bad choice here). Mine is chips and queso. What I've learned is that the key is not to master being perfect. The key lies in how you recover from setbacks. You have to learn to forgive yourself and get right back on track: EVERY. TIME. If you fell off track this week-it's okay! Love yourself and get right back on your journey to greatness. Love you guys so much! 💕

A post shared by Christine Evans (@weightlosshero) on

Continua após a publicidade
  • Continua após a publicidade
    Publicidade