Cachorro que fareja glúten na comida presta ajuda à dona celíaca

Zeus, o animal de estimação da jovem Evelyn Lapadat, levanta a pata em caso de algum alimento conter a proteína

Por Giulia Granchi, Gislene Pereira Atualizado em 17 fev 2020, 15h15 - Publicado em 28 jun 2017, 16h49

Há muitos bons motivos para ter um cachorro como pet de estimação. Eles são ótimos companheiros, oferecem benefícios surpreendentes para a saúde e, segundo estudos, podem ajudar no tratamento de depressão e outras doenças mentais.

E você já deve ter ouvido falar que alguns animais são treinados para encontrar bombas e drogas. Só que, para nossa surpresa, a habilidade dos caninos parece ser ainda maior: eles estão sendo usados nos Estados Unidos ​​para identificar a presença de glúten na comida — uma possível ajuda às mais de 69 milhões de pessoas celíacas no mundo (quase 1% da população mundial). 

A doença autoimune causa reações alérgicas aos intolerantes à proteína — encontrada no trigo, centeio e cevada e afeta cada indivíduo de forma diferente. Para alguns, podem ocorrer sintomas no sistema digestivo (particularmente no intestino delgado), enquanto outros podem perceber anormalidades em outras partes do corpo.

Veja também: 6 grandes mitos sobre o glúten desvendados

Para Evelyn Lapadat, uma americana de 13 anos, a doença causa dor nas articulações, rigidez e fadiga, mesmo se ela consumir apenas uma pequena quantidade de glúten. Mesmo depois de fazer mudanças extremas em sua dieta, ela continuou a ficar doente — até que seu amigo peludo, Zeus, entrou em sua vida.

Agora, o pastor australiano acompanha Evelyn na escola e cheira suas mãos e os alimentos para garantir que tudo seja livre de glúten. Ele adverte se algum item não é seguro levantando a pata. E, ao virar a cabeça, ele sinaliza que ela pode ingerir, segundo relato da jovem ao site Today

Por enquanto, ainda não há estudos que comprovem que o treinamento dos cachorros é realmente efetivo e seguro, mas achamos já achamos a possibilidade bastante emocionante!

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade