Miss Canadá deu uma ótima resposta à crítica sobre seu corpo

Siera Bearchell, que está concorrendo ao título de Miss Universo, usou o Instagram para se pronunciar após um seguidor questionar suas medidas

Por Débora Stevaux Atualizado em 26 jan 2017, 19h12 - Publicado em 26 jan 2017, 19h03

A Miss Canadá Siera Bearchell — que está concorrendo ao título de Miss Universo, o qual será entregue na 65ª edição do concurso no próximo domingo (29), nas Filipinas — foi alvo de duras críticas ao seu corpo nas redes sociais.

Um dos 16 mil seguidores de sua conta no Instagram comentou, na última semana, num clique compartilhado pela jovem de 23 anos: “O que aconteceu com você? Por que você ganhou peso? Você está perdendo pontos [na competição].”

Leia mais: Se a Miss Brasil deve ser a embaixadora da beleza brasileira, por que nos sentimos pouco representadas?

A canadense natural de Moose Jaw rebateu duramente as opiniões que tentaram diminuir sua autoconfiança na véspera do concurso. Siera disse que é perfeitamente natural que ela não tenha o mesmo peso de quando era mais jovem — aos 16 ou 20 anos — porque isso faz parte do desenvolvimento do corpo humano. E que embora não tenha as mesmas medidas que anteriormente, sente-se mais “confiante, capaz, sábia, humilde e apaixonada do que nunca.”

Estou segura e isso é o que me faz bonita. Quando você me chama de preguiçosa, gorda e medíocre, o que você está dizendo às mulheres do mundo? O Miss Universo é uma organização construída sobre a base da inclusão e da diversidade. Já não é o ‘concurso de beleza’ que costumava ser. A missão do Miss Universo é fornecer as ferramentas para que as mulheres alcancem o melhor de si e usem suas habilidades para fazer o bem aos outros. Isso é exatamente o que estou fazendo e não vou ser derrubada por negatividade superficial. Na verdade, a negatividade só alimenta minha vontade de continuar trabalhando em uma área que ainda precisa de muitos avanços. A minha jornada acaba de começar“, desabafou ela em uma das fotos.

Veja também: Raissa Santana, a Miss Brasil 2016, quer mostrar que mulheres negras podem tudo

E se você acha que parou por aí, se engana. A canadense ainda acrescentou: “Assim que comecei a amar quem eu era, em vez de sempre tentar me encaixar no que eu pensava que a sociedade queria que eu fosse, eu ganhei um novo lado da vida.”

Siera também comentou que já foi submetida a dietas exageradas que tinham como foco “restringir a ingestão de alimentos intensamente” e que se sentia extremamente infeliz e feia por achar que nunca era “magra e bonita o suficiente”. “Nossas vidas são fluidas, dinâmicas e estão em constante mudança. Assim são nossos corpos. Meu corpo não é naturalmente magro e está tudo bem. Eu sou saudável. Eu estou em forma. Eu estou confiante. Eu sou eu. Essa é quem eu sou agora e eu estou bem comigo mesma e você também deveria se sentir assim”, contou aos seus seguidores.

Leia mais: TESTE: Você sabe o que é necessário para ser uma Miss Brasil?

Bons ventos

O comitê que organiza o Miss Universo estabeleceu uma mudança importante no concurso norte-americano Miss Teen, realizado periodicamente em julho. Em vez de as jovens desfilarem com trajes de banho, como era comum em todas as edições, a partir de agora, elas vão vestir roupas de ginástica – o que aponta uma valorização da prática de atividades que promovem saúde e bem-estar.

A presidente da Organização do Miss Universo anunciou a novidade dizendo que “a equipe está empenhada em continuar a evoluir para celebrar a força, a confiança e a beleza das mulheres.” E ainda completou: “Precisamos reconhecer essas garotas pelas pessoas fortes e inspiradoras que são e não pela sua beleza.”

  • Continua após a publicidade
    Publicidade