Treino e alimentação para aumentar a libido

Especialistas explicam como os exercícios físicos podem melhorar a sua saúde sexual — e falam, ainda, do papel da alimentação nessa história

Por Giovana Santos Atualizado em 29 jun 2022, 15h15 - Publicado em 25 jul 2022, 10h10

Diversos são os fatores que levam a libido a cair. Muitos têm a ver com questões psicológicas e emocionais — situações estressantes no trabalho, problemas familiares, brigas com os amigos —, mas alguns também estão ligados a hormônios e condições como a menopausa.

De qualquer forma, é sempre bom consultar o seu médico de confiança para entender o que anda acontecendo. Outra coisa essencial é tentar manter os bons hábitos. Isso mesmo. Nem todo mundo sabe, mas comer bem e praticar exercícios físicos pode fazer toda a diferença na hora H. Ficou curiosa? Saiba mais a seguir:

ALIMENTAÇÃO E LIBIDO

shot de imunidade
Naiak/Divulgação

De acordo com a Dra Shanna Oliveira (@drashannaoliveira), ginecologista e sexóloga, a sexualidade depende muito do psicológico. Isto é, a coisa toda não diz respeito apenas ao clitóris (ou ao pênis) – ela rola também no cérebro, e envolve vários neurotransmissores.

O autoconhecimento, por exemplo, é um dos principais elementos para se chegar ao orgasmo. “É claro que existem questões fisiológicas ou doenças que influenciam, mas quando está tudo certo, a questão emocional conta muito”, completa.

“Dos estimulantes sexuais naturais, os queridinhos são a maca peruana e a tribulus terrestris, que costumo prescrever em consultório conforme a necessidade de cada paciente. Porém, mesmo sendo fitoterápicos, é sempre bom consultar um médico ou um nutricionista para avaliar a indicação”, afirma a ginecologista sexóloga.

A nutricionista Daniela Zuin, da equipe Nutrindo Ideais (@nutrindoideais), lista alguns alimentos considerados afrodisíacos para quem quer apimentar as coisas:

  • Canela;
  • Cravo-da-Índia;
  • Gengibre;
  • Alecrim.

AQUELAS ENDORFINAS EXCITANTES

ensaio-boa-forma-oshry
Rodrigo Marques/BOA FORMA

A ginecologista e sexóloga explica também como os exercícios físicos podem te deixar mais motivada e animada na cama. “Eles geram a sensação de prazer e bem-estar porque há a liberação de endorfinas. O que é muito propício para o sexo, mas também para qualquer outra atividade do dia a dia. Além disso, as atividades físicas melhoram a circulação de sangue pelo corpo — aí, a prática sexual sai muito beneficiada.”

Pensando nisso, o personal trainer e criador do método “treinando sem dor”, Matheus Vianna (@semtreinonaoda), lista alguns exercícios funcionais ótimos para garantir aquela disposição. As séries são feitas em dupla, então aproveite para chamar a/o sua/seu parceira/o!

  • Iniciantes: 2 circuitos com 12 repetições de cada exercício. 30 segundos a 1 minuto de descanso;
  • Intermediários: 3 circuitos com 15 repetições de cada exercício e menos tempo de descanso;
  • Avançados: 3 circuitos com 20 repetições de cada exercício e menos tempo de descanso.

Em cada circuito, façam uma série de cada exercício, trocando de lugar antes de seguir para o seguinte.

Continua após a publicidade

PRANCHA TOCANDO AS MÃOS

  • Um de frente para o outro, façam uma prancha com os braços estendidos;
  • Tirem a mão direita do solo e toquem as mãos. Façam o mesmo para o outro lado.

PRANCHA COM BURPEE

  • Uma pessoa fica em prancha, e a outra em pé, ao lado;
  • A pessoa que está em pé salta sobre as pernas da outra e faz um burpee: apoie as mãos no solo, forme uma prancha e encoste o peitoral no solo. Levante-se e salte de novo.

CORRIDA PARADA

Tempo: 20 segundos.

LEG PRESS

  • Deite-se de barriga para cima com as pernas para o alto. Apoie os pés no peitoral da outra pessoa, que deve manter o corpo inclinado;
  • Flexione os joelhos o máximo que conseguir. Se quiser dificultar, quem estiver em pé pode fazer força contrária ao movimento das pernas, ficando mais pesado.

AGACHAMENTO DE MÃOS DADAS

  • Com as pernas afastadas na largura dos ombros, segure as mãos da outra pessoa, cruzando os braços;
  • Deixem o corpo cair um pouco para trás e agachem com os braços estendidos.

AGACHAMENTO

  • Fiquem um de frente para o outro e agachem;
  • Enquanto um estiver executando o exercício, o outro está em isometria na posição de agachamento;
  • Ao fim do ciclo de repetições do parceiro, o outro deverá ficar na posição enquanto o parceiro executa a tarefa.

PONTE E TRÍCEPS

  • Enquanto você deita no chão e eleva o quadril, seu parceiro, de costas, apoia as mãos nos seus joelhos, com os dedos direcionados para seu corpo;
  • O parceiro flexiona os cotovelos até formar um ângulo de 90°, levando o bumbum em direção aos seus pés. As costas dele devem ficar próximas às suas pernas.

BURPEE

  • Na posição de prancha, pule para frente ainda com as mãos no chão, e depois salte para o alto;
  • Contraia bem o abdômen para não curvar as costas quando jogar o pé para trás.

ABDOMINAL EM CONJUNTO

  • Deitem de barriga para cima, com os pés no chão. Uma das pessoas deve estar com os pés em cima do pé do outro.
  • Deixem as pernas sempre na linha do ombro, para não forçar a coluna e ficar na posição perfeita. Não deixem o queixo encostar no peito para não forçar a cervical. Inspirem pelo nariz e expirem pela boca ao subir;
  • Levantem a parte superior do corpo apenas com a força dos músculos do abdômen. Nesse momento, toquem as mãos.

ABDOMINAL INFRA SOLO

Enquanto você deita no chão, o seu companheiro deve ficar em pé. Com o braço esticado, segure no tornozelo do seu parceiro;

Suba e desça apenas o quadril e depois troque com o seu parceiro.

Continua após a publicidade

Publicidade