Guia para ficar livre de alergias

Segundo a OMS, 40% da população mundial sofre de alergia! Leia nosso guia e prepare-se para se defender desses agentes invisíveis que atrapalham sua vida

A pior época do ano para um alérgico é o inverno, certo? Depende. As roupas de frio que voltam para o seu corpo após longos períodos no guarda-roupa e a convivência maior em locais fechados são prejudiciais. “Cresce a incidência de gripes e resfriados, e a própria mudança de temperatura pode agredir as vias respiratórias”, diz o alergista Flavio Sano, vice-presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai).

Porém, as manifestações mais comuns de alergia, a asma e a rinite, em geral, perturbam o ano inteiro.

O QUE É QUE EU TENHO MESMO?
Rinite e asma não são a mesma coisa: a primeira inflama as vias aéreas superiores (nariz), causando espirros, coceira e obstrução nasal, já a asma, ou bronquite asmática, afeta as vias aéreas inferiores (brônquios) e, por isso, provoca falta de ar, tosse e chiado no peito.

Embora sejam doenças distintas, às vezes andam de mãos dadas: quem tem rinite alérgica corre 40% mais risco de desenvolver asma. “Tanto uma como a outra requerem tratamento”, afirma a alergista Luisa Arruda, diretora científica da Asbai.

DORMINDO COM O INIMIGO
Um colchão abriga de 500 mil a 2 milhões de ácaros, carrapatos que se alimentam da pele humana e que irritam as vias aéreas. “Como as pessoas passam oito horas ‘dormindo com o perigo’, a maioria piora à noite”, adverte Luisa Arruda.

Para se proteger desse mal, utilize capas de material impermeável para travesseiros e colchões. Lavar o travesseiro não é boa ideia, pois há risco de acumular umidade e de formar bolor, outro possível alérgeno. Fronhas e lençóis devem ser trocados semanalmente, ok?

 

Leia Mais: Gripe, resfriado ou alergia: saiba identificar os sintomas

 

ABAIXO O ESPANADOR!
Para se proteger das alergias, você deve evitar ao máximo o acúmulo de pó no ambiente. Mas usar espanador, vassoura comum ou pano seco para limpar a casa acaba – olha só – sendo pior do que não limpar, pois eles jogam mais poeira no ar. “Passe diariamente um pano úmido para absorver de fato a poeira”, orienta Flavio Sano.

 

COMO COMPRAR O ASPIRADOR DE PÓ
O mais importante é escolher um que tenha filtro Hepa (sigla formada por high-efficiency particulate arrestance), que classifica um tecido com a trama bem fechada para não deixar passar as partículas menores. “Um aspirador comum só espalha o pó. Tira da frente e joga atrás”, avisa Flavio. Mesmo com a presença do filtro, não dispense o saco coletor, que deve ser trocado periodicamente para a limpeza do aparelho.

 

DEPOIS DA TEMPESTADE, O TREINO
Chuva nunca mais será desculpa para pular o exercício! Se você tem alergia e gosta de malhar no parque ou outro ambiente externo, melhor calçar o tênis depois de um pé-d’água. “A chuva forte reduz a quantidade de partículas irritantes no ar, portanto essa é a melhor hora para o alérgico se exercitar ao ar livre”, afirma o alergista. Porém, para os dias de ventania, treine na academia, pois cresce o número de poluentes e outras partículas em suspensão.

 

Leia Mais: Você sabia que algumas alergias podem ser prevenidas por meio de vacinas?

 

CORTINAS, ALMOFADAS, TAPETES… JÁ PARA A MÁQUINA!
Lavar é o melhor jeito de remover os ácaros que se depositam nesses materiais. Não adianta colocar no sol nem em local ventilado. A eficiência aumenta se a temperatura da água for alta. “Remova as almofadas, reduza os tapetes, troque as cortinas por persianas – e não deixe de limpá-las com pano úmido”, orienta Luisa Arruda.

 

CUIDADO NO ESCRITÓRIO
O carpete e o ar condicionado do trabalho não são os únicos culpados por seus espirros. Comum em escritórios, as plantas que ficam sobre a mesa podem contribuir para a alergia. As artificiais não são recomendadas, pois acumulam pó, já se você prefere as floridas, evite as que liberam pólen e exalam perfume forte. E, como o ambiente tende a ficar úmido, redobre o cuidado com os fungos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s