Rabdomiólise: problema pode ser causado por overtraining

A doença tem como uma das causas o excesso de exercício físico e pode levar à insuficiência renal

O que é?

A rabdomiólise é uma condição causada pela lesão e morte das células musculares. “A necrose dessas fibras acaba liberando certos componentes estruturais do músculo na corrente sanguínea, como íons e alguns tipos de proteína, que, em excesso, são tóxicos para o organismo e interferem no funcionamento dos rins”, explica Carla Dionello, reumatologista da Sociedade de Reumatologia do Rio de Janeiro.

Quais suas principais causas?

Traumas musculares, exercícios extenuantes e desidratação ocupam o topo da lista. “Entretanto, infecções, uso de drogas ilícitas e doenças autoimunes também podem causar a necrose muscular”, diz Dante Bianchi, reumatologista do Hospital Badim, no Rio de Janeiro.

E os sintomas?

É preciso ficar bem atenta. Procure um médico caso você perceba que alguma região do corpo está inchada, comece a sentir dor muscular intensa e incapacitante associada à fraqueza e observe uma mudança da cor da urina (do amarelo para um tom amarronzado).

O que a rabdomiólise tem a ver com a atividade física?

O esforço exagerado durante a malhação – principalmente para quem for sedentária – pode causar danos irreversíveis às fibras musculares. Ainda mais se você estiver desidratada. Ou seja, o ideal é treinar de forma progressiva e nunca ultrapassar seus próprios limites. Por isso, fique sempre de olho na intensidade, duração e o tipo de exercício que está realizando. “Sessões em ambientes quentes e com alta umidade também favorecem o aparecimento do problema”, revela Monica da Frota Azevedo, nefrologista do Hospital São Vicente de Paulo, no Rio de Janeiro.

Leia mais: 8 maneiras inusitadas para descobrir se sua saúde está em dia

Como prevenir?

“O primeiro passo é fazer uma avaliação médica antes de iniciar qualquer tipo de treino”, explica Deise De Boni Monteiro de Carvalho, nefrologista do Hospital São Vicente de Paulo. Ah, também vale reforçar que a hidratação constante é essencial!

E existe tratamento?

Sim, mas geralmente envolve a internação no hospital e, em casos de danos renais graves, é provável que você tenha que realizar uma hemodiálise. Então, melhor prevenir que remediar.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo fitness com a newsletter da BOA FORMA

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s