Afinal, comer a cada três horas facilita a perda de peso?

Estudos apontam que o hábito não influencia tanto no metabolismo quanto se imaginava

Por Cristina Nabuco 16 jan 2017, 16h06

Depende. “Supunha-se que fazer seis refeições por dia aceleraria o metabolismo, o que faria o corpo queimar mais calorias”, diz o endocrinologista Francisco Tostes, do Rio de Janeiro. Mas essa ação termogênica não foi comprovada e novos estudos questionam essa ideia largamente disseminada.

Leia mais: 13 receitas proteicas para o café da manhã que não incluem ovo

De qualquer maneira, os lanchinhos intermediários costumam funcionar para quem é compulsiva – comer várias vezes por dia de maneira planejada diminui os assaltos à geladeira. O ideal é sempre combinar carboidrato de baixo (ou médio) índice glicêmico, proteína magra e gordura boa – iogurte com amêndoa picada ou mix de castanhas, maçã com pasta de amendoim ou frutas secas e lascas de coco, por exemplo.

Fique por dentro: Saiba o que famosas como Gisele e Beyoncé colocam na salada

“Mas, se você não consegue parar tantas vezes no dia para se alimentar, a tentativa de comer a cada três horas pode ser frustrante”, alerta o médico. Aí, prefira outras estratégias para se livrar dos quilinhos a mais, como não prolongar os espaços entre o café da manhã, o almoço e o jantar; e evite comer e dormir em seguida.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade