Estudo aponta novo motivo para não tomar refrigerante na refeição

Se você ainda não conseguiu abandonar esse hábito, aqui vai mais uma razão para deixá-lo pra trás

Por Manuela Biz e Eliane Contreras Atualizado em 17 fev 2020, 15h00 - Publicado em 12 nov 2017, 11h36

Se quiser que os resultados do exercício e da dieta apareçam, resista ao desejo de abrir uma latinha de refrigerante (tchiiii) nas refeições. Mesmo que você diminua o tamanho da porção para compensar o acréscimo da bebida, a combinação refri + comida atrapalha a oxidação das moléculas de gordura – mecanismo que diminui o metabolismo e reduz
 o gasto de energia já no processo de digestão, segundo um estudo do Centro Americano de Estudos de Nutrição Humana.

Leia mais: Abusar de produtos light pode estar fazendo você engordar

Optar pela versão normal, com açúcar, é ainda pior. “O ingrediente estimula a produção de insulina, que, em excesso, favorece os estoques de gordura, além de adiantar a fome”, explica a nutricionista Adriana Lima, de São Paulo. Melhor esquecer o refri (concorda?) — pelo menos durante as refeições.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=Qob7OMK16S4%5D

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

  • Continua após a publicidade
    Publicidade