Alimentação

Vem, primavera! Como incluir flores comestíveis no prato e 13 receitas

Mais que apenas itens de decoração, elas também são nutritivas

por Amanda Panteri | Animação de Matheus Wohlenberg Atualizado em 24 set 2020, 09h23 - Publicado em 11 set 2020 09h00

Setembro é um mês conhecido por dar início à estação mais colorida do ano: a primavera. Ela encerra o inverno, traz novos ares e dá aquele empurrãozinho para sairmos da nossa zona de conforto. Que tal, então, incluir ingredientes inusitados e imprevisíveis no cardápio para fugir da monotonia alimentar? As flores comestíveis — ou PANCs (plantas alimentícias não convencionais) — podem trazer inúmeros benefícios e combinam muito com a época. Conheça mais sobre elas e veja 6 receitas.

História das flores comestíveis

Atualmente, as flores são usadas, em sua maioria, para fins decorativos. Mas nem sempre foi assim: nossos antepassados as aproveitavam em tudo. “Os romanos ofereciam água de flor de laranjeira para as visitas lavarem as mãos, como um sinal de boas-vindas e respeito. A flor do açafrão, por outro lado, foi utilizada por séculos para colorir cabelos e como maquiagem”, conta Deborah Gaiotto (@deborahnafazeda), uma das proprietárias da Fazenda Maria, uma empresa familiar produtora de alimentos orgânicos, sustentáveis e não convencionais — como as flores comestíveis.

A ideia de incluir algumas espécies nas preparações culinárias surgiu na idade média, principalmente para enfeitar banquetes e festas organizadas para a nobreza. O costume foi desaparecendo com o passar dos anos, mas atualmente dá sinais de estar voltando à moda. “No século passado não era muito comum o consumo das flores. Contudo, durante meus estudos na Europa, percebi um certo movimento dos chefs para trazê-las de volta ao prato. Sobretudo em lugares como a Escandinávia — regiões muito quentes e que pedem receitas mais leves”, explica o chef Gustavo Pereira (@chefgustavopereira), que há anos inclui a tendência em suas criações.

Apesar de serem muito associadas a doces e saladas, você pode utilizar as plantinhas coloridas para compor qualquer tipo de refeição. “Elas trazem cor, beleza e delicadeza, além de nutrir. Os pratos ficam muito mais harmonizados e refletem a alegria que a primavera nos proporciona, já que podemos utilizá-las tanto como ingrediente quanto como decoração. O sabor, em sua maioria, é muito suave, por isso combinam com quase tudo”, complementa a chef Cá Botelho, coordenadora da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) e referência em gastronomia orgânica e vegetal.

Quais flores são comestíveis?

Os especialistas deram alguns exemplos:

  • 1. Flor de abobrinha “Eu geralmente empano (com farinha de trigo, gema de ovo e farinha de rosca) e frito por imersão. Fica leve e uma delícia, sempre surpreende os convidados”, Gustavo Pereira.
  • 2. Rosa “É talvez a mais comum, muito famosa por compor bombons”, Gustavo Pereira.
  • 3. Borago “Pequena e delicada, uma única unidade traz a tonalidade azulada para o prato. Uma grande vantagem, já que existem poucos ingredientes dessa cor na gastronomia”, Gustavo Pereira.
  • 4. Lavanda “É suave e adocicada, boa para a preparação de doces. Gosto muito de acrescentar na salada de frutas”, Gustavo Pereira.
  • 5. Capuchinha “Ela é levemente apimentada, tem pétalas grandes, mas é delicada e fina”, Cá Botelho. “Serve tanto em saladas quanto em pratos quentes: uso para esconder o sabor de algum elemento surpresa que a pessoa tem que descobrir”, Gustavo Pereira.
  • 6. Dente-de-leão “Vai bem em receitas mais delicadas e drinks”, Cá Botelho.
  • 7. Amor-perfeito “É mais adocicada e combina com pratos principais e tradicionais, para quebrar o sal e trazer um leve doce, mais exótico”, Cá Botelho.
  • 8. Flores de ervas (salsinha, coentro, cebolinha…) “Muitas vezes o sabor da flor é mais intenso que o da própria erva”, Deborah Gaiotto.

Se você quer se aventurar no mundo das flores comestíveis, mas está com medo de errar, Gustavo aconselha começar por uma salada ou sobremesa. “A chance de não dar certo é nula. Quando você serve um prato frio, como folhas de hortaliças ou salmão cru, eles geralmente não possuem muito sabor e aroma. A flores entram como um destaque”. Cá Botelho também tem seus truques. “As que possuem pétalas maiores e finas, uso em saladas. As menores, com pétalas mais cheias, gosto de desmontá-las e colocar em risotos, cremes e assados.”

Papel das flores na nutrição

A história de que prato colorido é sinônimo de nutrição é verdade. E quer mais cor do que nas flores? “Elas são utilizadas há milhares de anos pela medicina chinesa e ayurveda, afinal, também têm fins terapêuticos, diz a nutricionista Juliana Carreira (@jucarreira_nutri), que atualmente cursa pós-graduação em fitoterapia.

-
twomeows/Getty Images

Juliana explica que, no geral, o pigmento dessas plantas (antocianina) atua como um antioxidante: combate os radicais livres presentes no corpo, protege a pele contra o envelhecimento precoce e contribui para o trabalho mais eficiente do organismo.

o pigmento dessas plantas (antocianina) atua como um antioxidante, combatendo os radicais livres

E, se você acha que as flores comestíveis estão muito longe da sua realidade, engana-se. O brócolis, a alcachofra e a couve-flor fazem parte desse grupo!

Contudo, não vale sair colhendo flores de qualquer canteiro pela cidade para colocar no cardápio. Apesar de cerca de 90% das espécies existentes hoje serem comestíveis, ainda há aquelas que trazem malefícios para a saúde humana. E você precisa procurar um produtor orgânico, já que a maioria das floriculturas utilizam agrotóxicos. “Dá para plantar em casa também. O ideal é conservar na geladeira, lavar com água corrente e higienizar antes de servir. Se a flor for muito delicada, colha pela manhã, quando o orvalho baixar. Assim, você consegue pular a primeira etapa do processo”, recomenda Deborah.

Continua após a publicidade

Receitas

1. Brigadeiro de lavanda, por Gustavo Pereira 

@chefgustavoprereira
@chefgustavoprereira @chefgustavoprereira/Divulgação

Ingredientes: 

  • 15g de chocolate branco belga;
  • 15g de manteiga;
  • 1 colher de chá de lavanda seca comestível;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 1/2 lata de creme de leite;
  • Raspas de chocolate branco a gosto.

Modo de preparo:

Em uma panela (fogo baixo), faça uma infusão do creme de leite com a lavanda (sem deixar ferver). Deixe esfriar e coe para tirar as flores.

Em outra panela (fogo baixo), coloque o leite condensado, a manteiga e mexa o tempo todo até esquentar. Acrescente o creme de leite com lavanda e misture bem. Adicione o chocolate branco e mexa sem parar até desgrudar do fundo da panela. Coloque em um recipiente de vidro e deixe esfriar. Depois, enrole e decore com as raspas de chocolate branco.

Continua após a publicidade

2. Creme brulée de doce de leite com flores de borago, por Gustavo Pereira

@chefgustavoprereira
@chefgustavoprereira @chefgustavoprereira/Divulgação

Ingredientes: 

  • 500g de creme de leite;
  • 6 gemas;
  • 300g de doce de leite;
  • 1 colher de chá de baunilha;
  • 1/2 de xícara de açúcar refinado;
  • Açúcar mascavo a gosto;
  • Flores de borago para decoração;
  • Frutas vermelhas para decoração;
  • Folhas de hortelã para decoração.

Modo de preparo:

Ferva o creme de leite em uma panela. Acrescente a baunilha e o doce de leite e mexa até que tudo fique consistente e homogêneo. Tampe a panela e deixe descansar por cerca de 10 minutos. Na batedeira, bata as gemas com o açúcar refinado até que a mistura fique esbranquiçada. Misture os dois cremes com um batedor de arame e coloque em forminhas individuais.

Leve-as ao forno preaquecido a 140°C, em banho-maria, de 40 a 45 minutos. Deixe esfriar por 10 minutos e por fim coloque na geladeira por uma hora. Jogue açúcar mascavo e queime a superfície (com uma colher ou maçarico).

Decore com as frutas vermelhas, uma folha de hortelã e uma flor de Borago.

Continua após a publicidade

3. Pesto de ipê-amarelo, por Deborah Gaiotto

-
Demis Lima/Reprodução YouTube

Ingredientes: 

  • 20 e 30 flores de ipê-amarelo;
  • 1/3 de xícara de amendoim torrado;
  • 100 gramas de queijo meia cura ralado;
  • 1 dente de alho (ralado);
  • Azeite, sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo: 

Antes de higienizar as florres, corte-as e descarte sua base, para então retirar os estames e pistilo, que contêm pólen, e podem causar efeito alérgico em algumas pessoas.

Depois fatie as flores em anéis finos e transfira aos poucos para um processador de alimentos. Adicione os amendoins, triture juntamente com as flores de ipê, agregue o queijo e o dente de alho. Aos poucos vá adicionando o azeite até atingir a textura desejada. Depois é só terminar de temperar com sal e pimenta do reino a gosto. 

Continua após a publicidade

4. Ovos mexidos com flor de hibisco, por Deborah Gaiotto

@deborahnafazenda
@deborahnafazenda Deborah Gaiotto/Divulgação

Ingredientes: 

  • 3 ovos;
  • 1 colher de sopa de manteiga;
  • 1 pitada de sal rosa;
  • Ramos de tomilho;
  • Pétalas de flor de hibisco.

Modo de preparo: 

Em uma frigideira, derreta a manteiga e jogue os ovos (já batidos). Acrescente o sal, desligue o fogo e coloque as folhas de tomilho. Acrescente as pétalas ao final.

5. Canoa recheada com flor de lavanda, por Deborah Gaiotto

@deborahnafazenda
@deborahnafazenda Deborah Gaiotto/Divulgação

Ingredientes: 

  • 3 ovos cozidos;
  • Alface americana;
  • Flores de lavanda;
  • 1 pepino;
  • 2 colheres de sopa de leite em pó dissolvidas em 50 ml de água;
  • Azeite;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo: 

Corte o pepino em rodelas finas. Reserve.

Separe as claras da gema, pique as claras e reserve. Amasse as gemas, e acrescente o leite em pó dissolvido, um fio de azeite e uma pitada de sal. Misture com os pedaços de pepino e as claras.

Recheie cada folha de alface com a mistura de pepino e ovos e finalize com as flores de lavanda por cima.

Continua após a publicidade

6. Charuto de folha de capuchinha, por Deborah Gaiotto

@deborahnafazenda
@deborahnafazenda Deborah Gaiotto/Divulgação

Ingredientes: 

  • 100g de ricota;
  • 50g de uva-passa;
  • Azeite;
  • Flor e folha da capuchinha;
  • Folha de erva-cidreira.

Modo de preparo:

Misture o azeite, a ricota e a uva-passa. Coloque-os na folha da capuchinha e enrole como um charuto. Amarre com a folha de erva-cidreira. Finalize com as flores por cima.

7. Salada de bifum com flores comestíveis, por Cá Botelho

-
Cá Botelho/Divulgação

Ingredientes da salada: 

  • Rúcula a gosto;
  • Flores comestíveis a gosto;
  • 1 porção de castanha-de-caju;
  • 1 tomate;
  • 1 porção de bifum;
  • Gergelim branco;
  • Gergelim preto.

Ingredientes do molho cremoso:

  • 1/2 xícara de tofu;
  • 1/4 xícara de salsa fresca picada;
  • 1/3 de xícara de azeite;
  • Pimenta e sal a gosto.

Modo de preparo:

Ferva água, apague o fogo e deixe o bifum por 5 minutos. Depois retire e deixe escorrer. Misture todos os ingredientes da salada. Para o molho: Bata tudo no liquidificador. Se precisar, vá acrescentando mais água aos poucos, apenas para ajudar a bater. Finalize na sua salada e sirva-se.

Continua após a publicidade

8. Salada primavera, por Cá Botelho

-
Cá Botelho/Divulgação

Ingredientes: 

  • Alface;
  • Rúcula;
  • Flores comestíveis a gosto;
  • Azeite a gosto;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo: 

Monte em uma saladeira como preferir.

9. Torrada com flores e molho de alho, por Cá Botelho

-
Cá Botelho/Divulgação

Ingredientes: 

  • 5 dentes de alho amassados; 
  • Sal a gosto; 
  • 1/2 xícara de castanhas-de-caju;
  • 1/4 de xícara de água;
  • Torradinhas;
  • Flores comestíveis a gosto.

Modo de preparo:

Para o molho: Asse os dentes de alho com casca e azeite por 40 minutos. Deixe as castanhas de molho na água por 8 horas e depois escorra. Depois, descasque e bata os dentes de alho, as castanhas e o sal no mixer ou liquidificador. Sirva com as torradinhas e as flores. 

10. Salada de flores comestíveis com pimentão, por Cá Botelho

-
Cá Botelho/Divulgação

Ingredientes: 

  • 4 punhados de mix de verduras (combine como preferir: couve, folhas de dente-de-leão, alface, espinafre, rúcula);
  • 1/2 pimentão, picado ou fatiado;
  • 2 rabanetes grandes fatiados;
  • 1 tomate picado ou cortado em fatias;
  • 10 flores de natsturtium.

Modo de preparo: 

Coloque os ingredientes na saladeira e misture. Finalize com as folhas.

11. Salada verde com flores comestíveis, por Cá Botelho

-
Cá Botelho/Divulgação

Ingredientes: 

  • 1 colher (chá) de vinagre de vinho tinto;
  • 1 colher (chá) de mostarda dijon;
  • 3 colheres (sopa) de azeite;
  • Sal grosso e pimenta moída na hora;
  • 150 gramas de folhas verdes baby ou mini folhas (cerca de 12 xícaras);
  • Flores comestíveis a gosto.

Modo de preparo: 

Em um bowl, misture todos os ingredientes e sirva!

12. Bowl de hibisco para o café da manhã, Dietbox

-
Dietbox/Divulgação

Ingredientes:

  • 1 banana congelada (1/2 xícara);
  • 1 e 1/2 colher (chá) de hibisco in natura;
  • 1 xícara de amoras congeladas;
  • 1 xícara de morangos congelados;
  • 2 colheres (sopa) de aveia em flocos;
  • 3 colheres (sopa) de mel;
  • 1 colher (sopa) de sementes de chia;
  • 1/2 xícara de leite de amêndoa ou outro leite vegetal;
  • Chips de coco a gosto.

Modo de preparo:

Para fazer o smoothie, em um moedor de café ou mixer, triture os hibiscos, a aveia, e a chia até ficarem bem fininhos. Misture as frutas congeladas no liquidificador e bata até quebrá-las em pedaços pequenos. Adicione o leite de amêndoa, o mel e a mistura de hibisco moído e bata em velocidade baixa, até atingir uma textura bem macia. Transfira para um bowl e cubra com toppings a gosto, incluindo os chips de coco, mas você pode também adicionar a granola de sua preferência.

13. Salada de rabanete com flores comestíveis, Dietbox

-
Dietbox/Divulgação

Ingredientes:

  • 1 xícara de mix de flores comestíveis (capuchinha, lírio amarelo e clitória);
  • 5 folhas de alface americana;
  • 5 folhas de rúcula;
  • 1 rabanete em fatias finas;
  • 1 rabanete roxo em fatias finas;
  • 3 cenouras raladas;
  • 1/4 xícara de repolho roxo picado;
  • 2 laranjas em fatias;
  • 1/2 xícara de suco de laranja;
  • 1/2 xícara de azeite de oliva extra virgem;
  • 1 colher (sopa) de vinagre de vinho tinto;
  • 1 colher (sopa) de orégano seco;
  • 1 colher (sopa) de mel;
  • Sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo:

Em um recipiente, misture o vinagre de vinho tinto e o orégano. Reserve. Para o vinagrete, junte o suco de laranja, azeite, mel e uma pitada de sal e pimenta em um recipiente e mexa bem até ficar espesso e homogêneo. Para a montagem da salada, primeiramente, misture a alface e a rúcula com 1/4 de xícara do vinagrete. Adicione a metade dos rabanetes, da cenoura, a laranja e misture. Transfira tudo para uma travessa. Organize os ingredientes restantes para criar um acabamento colorido. Regue com mais vinagrete e decore com as flores comestíveis (você pode substituir essas opções por outras pancs de sua preferência).

-
Matheus Wohlenberg/BOA FORMA