Continua após publicidade

Esporte e sexo têm algo em comum? Médica explica

Profissional afirma que ambas as atividades contribuem para a saúde física e mental

Por Ana Paula Ferreira
11 jul 2024, 12h00

Esporte e sexo são duas atividades essenciais na vida de muitas pessoas, oferecendo não apenas prazer, mas também diversos benefícios à saúde física e mental. Mas você já parou para pensar nas semelhanças entre essas duas práticas aparentemente distintas?

Mariana Ferronato, médica ginecologista e parceira da DKT South America, empresa detentora da marca Prudence, explica que ambas as atividades oferecem vantagens importantes ao corpo e a mente. Saiba quais são elas!

O que esporte e sexo têm em comum?

Segundo a profissional, os dois são excelentes para a saúde cardiovascular. Praticar “esportes regularmente melhora a circulação sanguínea, fortalece o coração e aumenta a resistência física”, ela afirma. Da mesma forma, a prática regular de relações sexuais pode contribuir para a saúde do coração, ajudando a manter a pressão arterial sob controle e reduzindo o risco de doenças cardíacas.

Continua após a publicidade

“Além disso, tanto o esporte quanto o sexo são eficazes na queima de calorias. Uma sessão intensa de exercício físico pode queimar centenas de calorias, auxiliando na manutenção de um peso saudável. Do mesmo modo, uma relação sexual ativa pode queimar entre 100 a 300 calorias por hora, dependendo da intensidade e duração da atividade”, complementa.

O esporte e as relações sexuais também têm um impacto significativo na saúde mental. De acordo com a médica, ambos liberam endorfinas, os chamados hormônios da felicidade, que ajudam a reduzir o estresse, melhorar o humor e combater a depressão.

“O ato sexual, assim como o exercício físico, promove a liberação de hormônios como a endorfina e a oxitocina, conhecidos por suas propriedades de alívio do estresse e aumento da sensação de bem-estar. O orgasmo, em particular, desencadeia uma explosão de dopamina e serotonina, neurotransmissores que melhoram o humor e aumentam a sensação de prazer e satisfação”, ela explica.

Continua após a publicidade

“Além disso, a prática regular de atividades físicas melhora a circulação sanguínea e a resistência cardiovascular, fatores que contribuem para um desempenho sexual mais vigoroso e prazeroso. A combinação dessas atividades pode, portanto, criar um ciclo virtuoso de bem-estar físico e emocional”, afirma.

Por fim, Mariana ressalta que, enquanto os esportes frequentemente envolvem trabalho em equipe e colaboração, ajudando a desenvolver habilidades sociais e a construir relacionamentos, as relações sexuais são uma forma íntima de conexão entre parceiros, fortalecendo os laços emocionais e melhorando a comunicação.

Publicidade