Qual o treino ideal para o seu biotipo? Confira o que a ciência propõe

Endomorfo, ectomorfo ou mesomorfo? No que investir de acordo com seu tipo de corpo

Por Amanda Panteri Atualizado em 22 dez 2020, 16h22 - Publicado em 4 jan 2021, 09h00

A ideia de que nosso corpo pode ser categorizado entre três biotipos diferentes não é nova: o fisiologista William Sheldon popularizou os conceitos em 1940. Essa teoria explica, em termos mais gerais, porque algumas pessoas possuem mais dificuldade em ganhar massa magra, enquanto outras acumulam gordura com uma facilidade incrível. E também dá a base para falarmos em treino ideal para cada biotipo, sabia?

“As principais diferenças entre os três biotipos existentes são a estrutura óssea e o metabolismo, que fazem com que os resultados dos treinos e dietas sejam diferentes para cada pessoa”, afirma a educadora física Luciana Lopes, idealizadora do método Hampy (@hampyoficial). É por isso, por exemplo, que a estratégia que funciona para um colega ou influenciador pode não ser a melhor para você.

Entenda o que cada um quer dizer, de acordo com a especialista:

1 – Ectomorfo: “são aquelas pessoas mais magras, que têm dificuldade para ganhar massa muscular. Os ectomorfos têm o metabolismo acelerado e conseguem perder peso com facilidade”;

2 – Endomorfo: “São aquelas pessoas que engordam com facilidade, mesmo quando não comem demais, pois normalmente têm o metabolismo lento. Eles têm os ombros mais largos, a estrutura óssea mais robusta e tendem a acumular mais gordura do que os demais biotipos”;

3 – Mesomorfo: “São aqueles que têm muita facilidade para conquistar a definição muscular e perder gordura. Com pouco tempo de dieta e treino, já apresentam ótimos resultados.”

Você pode ser uma mistura das três características

Deixa a gente adivinhar: você leu as três definições acima e logo já se identificou com alguma delas, não é mesmo? Mas saiba que é mais fácil você ser uma mistura entre elas, do que ter um biotipo fechadinho. “Pode acontecer de uma pessoa apresentar características distintas. Como ganhar músculo com facilidade, mas também acumular gordura”, diz Luciana.

Continua após a publicidade

Existe até um método que define as proporções dos biotipos que você possui. Para cada um dos grupos (na ordem endomorfo, mesomorfo e ectomorfo), é dada uma nota de 1 a 7. Alguém com 1-7-5, então, seria uma pessoa com um tônus muscular bem desenvolvido, mas ao mesmo tempo com um acúmulo de massa gorda considerável.

A genética diz muito, mas não é tudo

A profissional de educação física explica que o biotipo é herança dos nossos pais e avós. Contudo, deixa claro que ele não vai definir seu físico para o resto da vida. “Conquistar o objetivo de perda de peso ou ganho de massa magra pode ser mais desafiador dependendo do que herdou. Mas encontrando o exercício ideal e mantendo uma dieta adequada, dá para chegar lá!”. Pensando nisso, ela indicou as modalidades que mais trazem resultados para cada um. Confira:

Treino ideal para cada biotipo 

  • Ectomorfo

Geralmente, pessoas mais magras precisam trabalhar dobrado quando decidem ganhar massa magra. Por isso, geralmente necessitam de uma maior ingestão calórica e um cardápio baseado sobretudo nas proteínas.

“Para os ectomorfos que querem ganhar massa muscular, os mais indicados são os treinos de força, como a musculação. Além de sessões mais curtas, porém de alta intensidade, que podem até mesmo ser feitas em casa”, recomenda Luciana.

  • Endomorfo 

O metabolismo mais lento dos endomorfos facilita o ganho de peso e o acúmulo de gordura em locais de risco, como o abdômen (estudos indicam que quanto mais tecido adiposo na região, maiores as chances de desenvolver doenças crônicas e cardiovasculares).

Por isso, além da prática regular de exercícios, os endomorfos muitas vezes precisam priorizar a alimentação balanceada, a ingestão adequada de água e boas noites de sono.

“Os exercícios mais indicados para essas pessoas são os aeróbicos, como corrida, caminhada, dança, Hampy, jump, natação. Mesclados com exercícios de força para a definição muscular. Os treinos de HIIT são ótimos, pois misturam os dois tipos de exercícios que os endomorfos precisam”, aconselha a treinadora.

  • Mesomorfo

Já os mesomorfos podem colher benefícios rápidos em qualquer tipo de atividade. “Eles conseguem resultados com os mais variados tipos de exercícios, mas como se adaptam rápido, os treinos de alta intensidade são os mais indicados. Tudo vai depender do seu principal objetivo no momento.”

  • Continua após a publicidade
    Publicidade