Empregos com esforço físico são piores à saúde do que trabalhar sentado

De acordo com estudo recente, empregos que envolvem atividades físicas intensas aumentam risco de morte prematura – principalmente em homens

Todo mundo sabe que atividade física faz bem para a saúde. Mas será que ela também é benéfica quando introduzida no dia a dia de trabalho? De acordo com um estudo publicado na última segunda-feira (14) no British Journal of Sports Medicine, empregos que requerem muito esforço físico aumentam o risco de morte prematura – e isso vale especialmente para os homens.

Os pesquisadores revisaram dados 17 estudos feitos entre 1960 e 2010, que envolviam, no total, 193 mil pessoas. Ao analisar os participantes do sexo masculino, os cientistas notaram que aqueles que atuavam como pedreiros ou agricultores, por exemplo, apresentavam um risco 18% maior de morrer cedo.

“Se você sai para correr por meia hora no seu tempo livre, a prática esportiva aumenta sua frequência cardíaca e você se sente bem depois. Mas, quando se está fisicamente ativo no trabalho, é um tipo muito diferente de atividade. Você trabalha oito horas por dia levantando peso, fazendo movimentos repetitivos, além de ter períodos curtos de descanso”, disse Pieter Coenen, um dos autores do estudo, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Alguns dos trabalhos analisados apontam que essa relação pode simplesmente refletir uma maior probabilidade de pessoas em trabalhos manuais terem estilos de vida menos saudáveis, com dieta não balanceada e alto consumo de álcool e cigarro. Inclusive, o mesmo efeito não foi visto no público feminino, e os cientistas especulam que isso tenha a ver com o fato de que menos mulheres trabalham em profissões desse tipo ou até que a noção de esforço físico seja diferente entre gêneros.

Veja também

Recomendações internacionais de saúde pública indicam 30 minutos por dia de exercício moderado como o mínimo para manter uma boa saúde. Mas muitas pessoas não seguem isso – especialmente as que estão em profissões cujo trabalho é pesado. “Elas não se beneficiam dos bons aspectos da atividade física como lazer e estão expostas aos riscos de se exercitar além da conta”, alerta Coenen. Então, fique esperta: se você atua em alguma profissão do tipo, vale a pena fazer um check-up – e o mesmo vale para os homens da família.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s