Não deixe que bolhas e assaduras atrapalhem seu treino

Pode ser um machucadinho bem pequenino, que ninguém nem 
vê... Mas às vezes acaba com o dia!

Por Manuela Biz (colaboradora) Atualizado em 17 fev 2020, 15h08 - Publicado em 27 ago 2017, 07h00

Pode ser um machucadinho bem pequenino, que ninguém nem 
vê… Mas bolhas, assaduras e unhas feridas incomodam feito gente grande – e às vezes acabam com seu treino. Não deixe acontecer! Saiba como se livrar dessas chateações:

Bolhas

Elas surgem quando há fricção por causa de um
 tênis com numeração errada ou de uma meia muito úmida. “A camada externa da pele se descola e o líquido acumula ali como forma de proteção”, diz a médica Hilda Soares, da Clínica Fares, em São Paulo.

Como evitar

Cuidado ao comprar o calçado: se o pé fica solto e desliza, tem atrito. Apertado também machuca. Quanto às meias, prefira as de algodão, material que absorve o suor, e sem costuras. “Usar talco deixa a pele mais seca”, recomenda Hilda.

Primeiros socorros

Você até pode furar e drenar a bolha com uma agulha esterilizada. Mas não remova a pele! “Cubra o local com gaze e varie o tênis por alguns dias para evitar a pressão no mesmo ponto do pé”, diz a dermatologista Karla Assed, do Rio de Janeiro.

Leia mais: Corrida devolve à atriz de “Três é Demais” propósito para viver

Unhas descoladas

Em corridas muito longas, o dedo e o tênis se chocam repetidamente e a lâmina da unha
 pode descolar e até fazer você desistir do treino.

Como evitar

De novo, é preciso prestar atenção no tênis – o pé não deve ficar solto. “Aposte em meias mais grossas na região da unha para amortercer o contato dela com o calçado”, aconselha Hilda. Se você está aumentando as distâncias e já percebeu manchas arroxeadas nas unhas, comece a cobri-las com esparadrapo e dedeiras de silicone, que são vendidas em lojas de esporte.

Continua após a publicidade

Primeiros socorros

“Não corte nem extraia a unha por conta própria. Coloque-a no lugar e fixe com micropore – ela tende a aderir novamente ou cair sozinha. E mantenha o local bem limpo para não inflamar”, diz Hilda.

Leia mais: Corrida devolve à atriz de “Três é Demais” propósito para viver

Assaduras

A vermelhidão vai aparecer onde a pele raspa ou o suor acumula, como na parte interna das coxas ou nas axilas.

Como evitar

O jeito mais eficiente de acabar com as assaduras é evitar o atrito. “Se você sofre com isso, use bermudas que cobrem a parte interna das coxas, por exemplo. Procure por peças de algodão e sem muitas costuras internas ou etiquetas”, aconselha Karla. Antes do exercício, aplique lubrificante em spray, vaselina ou pomada nos locais em que o incômodo costuma acontecer – eles diminuem a fricção da pele.

Primeiros socorros

Além de lavar a região, use uma pomada com óxido de zinco para acelerar a regeneração da pele – o processo pode demorar cerca de três dias.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo fitness com a newsletter da BOA FORMA

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade