10 alimentos anti-inflamatórios que você deve ter sempre à mão

Confira alguns ingredientes que combatem os radicais livres e as toxinas – substâncias que causam a inflamação no organismo

Com os níveis de stress elevados e a dependência excessiva de alimentos processados, a inflamação – que perturba o equilíbrio natural do corpo – é cada vez mais frequente em nosso organismo. Resultado: maior exposição a doenças. Porém, há esperanças!

Veja também

Aqui, listamos os 10 alimentos que vão prevenir o envelhecimento precoce e ajudar a combater problemas da cabeça aos pés:

1. Azeite extravirgem

Ele é rico em polifenóis, substâncias que proporcionam benefícios antioxidantes e anti-inflamatórios. Por isso, vale usar o azeite de oliva extravirgem na maioria de suas refeições. Mais de 70% do seu teor de gordura vem de uma gordura monoinsaturada, chamada ácido oléico, que ajudar a baixar a pressão arterial, reduzir o LDL (colesterol ruim) e aumentar o HDL (colesterol bom).

2. Ervas e temperos

Ervas e especiarias são cheios de fitonutrientes que são ótimos para a sua saúde. Eles adicionam sabor aos pratos e podem substituir o de excesso de sal ou açúcar – ingredientes que podem causar inflamação.  As opções são: canela, que reduz o inchaço e estabiliza o açúcar no sangue; açafrão, que contém propriedades anti-inflamatórias e anticancerígenas; orégano, com propriedades antibióticas; e alecrim e lavanda, recomendados para diminuir a ansiedade e aliviar a dor.

Veja também

3. Alho e cebola

Esses famosos temperos, assim como alho-poró, o aspargo, o brócolis e as alcachofras, são deliciosas fontes de carboidratos de baixo teor calórico. Uma vez que esses alimentos não são totalmente digeridos no intestino, o material restante alimenta as chamadas bactérias boas, o que resulta em um funcionamento mais saudável do órgão. É por meio desse processo que elas estimulam o sistema imunológico e diminuem a inflamação.

4. Chocolate meio amargo

Chocolate derretido

 (Lilechka75/Thinkstock/Getty Images)

Chocolates com 70% (ou mais) de cacau podem ser sobremesas verdadeiramente livres de culpa. Uma pesquisa demonstrou que o alimento melhora o fluxo de sangue, ajuda a reduzir a pressão sanguínea e também reduz o risco de diabetes.

Veja também

5. Abacate

Os nutrientes são poderosos: gorduras mono e poli-insaturadas, fitoesteróis, ácido alfa-linolênico e carotenoides. Estudos mostram que a fruta reduz a inflamação, o açúcar no sangue e colesterol, além de diminuir a dor associada à artrite.

 6. Vegetais crucíferos

Nessa categoria entram rúcula, couve, brócolis, couve de Bruxelas, repolho, couve-flor e agrião. Os vegetais são cheios de sulforano, que diminuem a inflamação, o processo de desintoxicação no fígado.

 

7. Frutas cítricas

Mesa com frutas cítricas

 (Getty Images/Getty Images)

Devido ao seu alto teor de água, qualquer tipo de fruta cítrica fornece hidratação e eletrólitos para o organismo. Suas propriedades de combate à inflamação são encontradas na casca, no bagaço e suco. Por isso, pode aproveitar tudo!

 8. Carne orgânica

Os animais alimentados com plantas são mais saudáveis. Consequentemente, a sua carne oferece maior valor nutricional. Na verdade, galinhas, porcos, cordeiros e vacas criados em pasto têm níveis mais elevados de ácidos graxos como ômega-3 e substâncias anti-inflamatórias do que os bichos alimentados com milho e ração.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

9. Ovos

Muitos médicos consideram o ovo um “alimento perfeito”. As substâncias antioxidantes, como as vitaminas A, D, E e K, selênio, magnésio, zinco, ferro, cálcio e manganês dão ao ovo o poder de combater o envelhecimento precoce das células, afastando o aparecimento de rugas, além de reduzir o risco de doenças crônicas como hipertensão. A sugestão é dar preferência aos orgânicos.

 10. Peixes oleosos

O ômega-3 presente nos peixes, como a truta, a sardinha e o salmão, age no sistema nervoso central, melhorando o humor. Eles também favorecem a produção de neurotransmissores importantes para a memória e o controle do stress e de outros distúrbios emocionais. Os ácidos presentes no ômega-3 ajudam a diminuir a inflamação e melhorar a saúde do coração.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s