Imagem Blog

Mulher & Saúde

Nutrição, Treino e Consciência, por Aline Becker
Continua após publicidade

Qual a relação do seu intestino com qualidade de vida?

Por Aline Becker
Atualizado em 1 jul 2024, 14h47 - Publicado em 1 jul 2024, 14h46

Você sabia que uma microbiota intestinal saudável e equilibrada está diretamente ligada ao bom funcionamento do nosso corpo de modo geral? Quando falamos sobre saúde, precisamos saber que é fundamental falarmos sobre saúde intestinal!  

Eu não poderia escolher uma forma melhor de me apresentar e apresentar a minha coluna aqui na Boa Forma do que essa: ensinando vocês a terem uma boa relação com o intestino, o órgão que faz tudo funcionar de maneira efetiva, e que nos dá disposição para fazer as atividades do dia a dia, garante nossa imunidade, ajuda na resposta do emagrecimento, equilibra produções hormonais, melhora qualidade do sono e ajuda até a melhorar a alegria dos nossos dias.

O intestino e o cérebro são os dois órgãos mais intimamente conectados dentro do corpo, por isso é muito comum você receber uma informação trágica e ficar com o intestino alterado, assim como ficar com mais irritabilidade quando está com problemas intestinais. Saber disso é essencial para você passar a perceber mais sobre suas fezes! 

Continua após a publicidade

No intestino temos a produção de aproximadamente 90% de toda serotonina, assim como 50% da dopamina, que são neurotransmissores responsáveis pela alegria e prazer! Por isso, quando você não tem um microbioma intestinal equilibrado você fica mais irritado, explosivo aumentando ainda mais seu stress, podendo levar até quadros depressivos.

Por que é fundamental cuidar da saúde intestinal no emagrecimento?

Para ativar uma enzima que está associada a oxidação de gordura, diminuindo insulina e diminuindo o favorecimento do acúmulo de gordura! Além de fazer a destoxificação pois todos os metais pesados normalmente são acumulados no tecido adiposo (gordura branca) contribuindo para a obesidade.

Continua após a publicidade

Eu costumo dizer que o intestino é como uma grande fábrica de nutrientes. Quando funciona bem, todos os setores da fábrica recebem matéria-prima de qualidade para produzir energia, reparar tecidos e manter o corpo funcionando perfeitamente. Mas, se o intestino estiver desregulado, a produção de energia fica comprometida, o sistema imunológico não funciona corretamente e, inconscientemente, ficamos com aquela “cara amarrada”, além de atrapalhar o processo de oxidação de gordura favorecendo resistência à insulina.

INTESTINO X EMAGRECIMENTO

Dicas economizar nas compras do mercado e emagrecer
(LuckyBusiness/Thinkstock/Getty Images)

Uma microbiota intestinal equilibrada também é uma forte aliada no processo de emagrecimento, pois ativa uma enzima responsável pela oxidação de gordura, além de influenciar diretamente no metabolismo e na absorção de nutrientes. Ela também é a responsável pela sensação de saciedade, ajudando a controlar a ingestão de alimentos e reduzindo os desejos por alimentos sem nutriente algum – aquela besteirinha industrializada que adoramos comer no final do dia.

Continua após a publicidade

Além disso, um intestino saudável ajuda a reduzir o inchaço abdominal. Quando há um desequilíbrio intestinal ou um trânsito intestinal lento, podem ocorrer fermentação e produção excessiva de gases, causando desconforto e aumento do volume abdominal. Uma alimentação rica em fibras, com mínimo de industrializados possíveis e probióticos adequados para cada tipo de situação ajudam a regular e melhorar o funcionamento do intestino, reduzindo o inchaço e promovendo uma sensação de leveza e bem-estar.

Para garantir que o nosso intestino funcione corretamente, é essencial incluir na nossa dieta alimentos ricos em fibras, como frutas, verduras, legumes e grãos integrais. As fibras além de ajudarem na saciedade, ela auxilia a regular o trânsito intestinal, prevenindo a constipação e promovendo a saúde da microbiota intestinal. Ótimas opções de alimentos para ter sempre disponíveis são aveia, linhaça, chia, e frutas vermelhas. Eles são alimentos versáteis e a base para diversas receitas. Além disso, precisamos saber que para o intestino funcionar bem é necessária uma grande diversidade de microrganismos, por isso variar os alimentos é essencial para ter uma saúde intestinal garantida.

Vale evitar o consumo excessivo de alimentos processados e ultraprocessados, ricos em açúcares, gorduras saturadas e aditivos químicos que podem causar inflamação e desequilíbrio na flora intestinal, como fast food, salgadinhos, biscoitos e refeições prontas. O consumo excessivo de carne vermelha e alimentos ricos em gorduras trans pode dificultar a digestão e causar constipação ou diarreia. Além disso, adoçantes artificiais presentes em produtos dietéticos e light podem alterar negativamente a microbiota intestinal. A minha dica é: para ter um intestino saudável, é melhor optar por alimentos naturais e integrais, que contribuem para uma digestão eficiente e flora intestinal equilibrada.

Continua após a publicidade

INTESTINO X ROTINA DE TREINOS

Dieta flexível
(Staras/Thinkstock/Getty Images)

Mas não é só a alimentação que importa para a saúde do intestino. A prática regular de exercícios físicos também desempenha um papel fundamental. Atividades como caminhada, corrida, ciclismo e natação estimulam o movimento natural do intestino, conhecido como peristaltismo, ajudando a evitar a constipação. Exercícios de fortalecimento, como pilates e yoga, também são benéficos, pois estimulam os músculos abdominais, contribuindo para um bom funcionamento do intestino, além de promover o relaxamento. O exercício físico regular ajuda a controlar o peso e a reduzir o estresse, que pode afetar negativamente a atividade intestinal, assim como o contrário também.

O intestino é muitas vezes chamado de “segundo cérebro” devido à sua extensa rede de neurônios e à produção de neurotransmissores. Essa conexão íntima entre o intestino e o cérebro, conhecida como eixo intestino-cérebro, faz com que o estresse e as emoções tenham um impacto significativo no funcionamento do intestino. Vale dizer que o intestino manda informações para o cérebro, assim como o cérebro manda informações para o intestino. Quando estamos estressados, o corpo libera hormônios como o cortisol, que podem alterar a motilidade intestinal, causando sintomas como constipação, diarreia e inchaço

Continua após a publicidade

O estresse crônico pode desequilibrar a sua microbiota, prejudicando a digestão e a absorção de nutrientes. Portanto, cuidar da saúde emocional e gerenciar o estresse por meio de técnicas como meditação e práticas de relaxamento é essencial.

Se você quer manter o seu intestino saudável e, consequentemente, todo o seu corpo em bom funcionamento, é importante manter uma dieta rica em fibras, com consumo adequado de água (em média 50ml/ kg), jantar pelo menos 2 horas antes de dormir, evitar o alto consumo de carnes vermelhas, menos industrializados possível e incluir na rotina exercício físico. 

Eu sei que você tem uma rotina corrida, ser mãe, mulher, esposa, profissional, demanda muito tempo, equilibrar todas essas funções não é nada fácil, mas você precisa dedicar um tempo para si mesma. Pequenas mudanças no dia a dia podem trazer grandes benefícios para a sua saúde mental e física promovendo bem-estar. Lembre-se: nós somos o que comemos (ou o que nosso corpo absorve) e as escolhas que fazemos para o nosso prato e a nossa rotina são o combustível que nos faz funcionar a todo vapor. Um intestino saudável é sinônimo de um corpo e de uma mente saudável, de disposição, alegria, pode também ser o segredo para alcançar o seu peso ideal e ter mais qualidade de vida.

 

Aline Becker é formada em Educação Física (CREF 055512-G/RJ) e  Nutrição (CRN 23101433) pela IBMR do Rio de Janeiro e Cosmetologia e Estética pela Unisul de Santa Catarina. Natural de Santa Catarina, é casada com o ator e empresário Rafael Zulu e mãe do pequeno Kalu, de 2 anos. Como empreendedora, , em 2023, lançou a plataforma de treinos e nutrição, que leva seu nome, e tornou-se sócia da marca de roupas fitness TIÊ. ACTIVE. Aline é ariana, de estilo de vida bastante agitado, movida pelo sol, pelos exercícios físicos e, é claro, pela endorfina. Há nove anos ela se apaixonou por esportes e decidiu agregar os treinos e a alimentação saudável a sua rotina. Assim, iniciou sua trajetória profissional como personal trainer criando um plano personalizado para mulheres. Junto a isso, trouxe ainda mais credibilidade a sua carreira por meio do conhecimento sobre os benefícios da nutrição, algo que  defende, já que a alimentação saudável proporciona também mais equilíbrio, qualidade de vida e longevidade. Sua missão é ajudar mulheres reais, inspirando e motivando-as a terem uma vida saudável. Aline acredita que o bem-estar e a autoestima são fundamentais e necessários para as mulheres viverem bem e felizes. 

Publicidade