Imagem Blog

BOA FORMA responde

Vamos atrás dos melhores especialistas para tirar suas dúvidas
Continua após publicidade

O que é o positive aging?

Por Sílvia de Castro Andrade
20 jan 2023, 10h00

Positive Aging é um termo definido pela WHO (World Health Association) em 2020 como o processo de desenvolvimento e manutenção da habilidade funcional que permite o bem-estar nas idades avançadas. Hoje considera-se o bem-estar em todas as idades, para suportar o envelhecimento natural da melhor forma possível.

Em um contexto holístico, o Positive Aging pode ser influenciado por atitudes como: adaptação às mudanças que a vida apresenta, visão otimista, cuidados com a qualidade de vida, manter relacionamentos saudáveis, viver bem com as limitações naturais do corpo humano que se apresentam com o passar do tempo.

E, mais do que nunca, a beleza, saúde e o bem-estar estão absolutamente interligados.
A pele, maior órgão do corpo, reflete e é afetada por outras patologias, além da passagem do tempo. Sabe-se que o stress, o excesso de cortisol, a alimentação desequilibrada, entre tantos outros fatores, afeta a saúde física e mental.

A abordagem integral do ser humano está mais evidente e, juntamente com as influências culturais e sociais, trouxe novos olhares à Medicina.

A dermatologia, especialmente, aborda o Positive Aging como cuidados frequentes e mais naturais com rosto e corpo. Toma força o tema do gerenciamento do envelhecimento, onde as consultas são mais frequentes e as intervenções mais suaves. Busca-se a beleza autêntica de cada um.

Nunca foi tão forte o conceito da medicina individualizada, que trata e cuida de cada ser humano como único. E, com isso, a viabilidade do dermocosmético ou suplemento preparado na farmácia magistral tem seu papel evidenciado.

O Positive Aging traz como principal fundamento os cuidados preventivos. A cada fase da vida há tratamentos que podem ser aplicados e integrados à rotina, de forma natural e saudável.

Continua após a publicidade

Nutracêuticos são fundamentais para nutrir e pele e o organismo, buscando a melhor relação possível entre saúde e bem-estar. Três aspectos são imprescindíveis para equilíbrio e manutenção da saúde:
1) A reposição de colágeno, perdido naturalmente com o tempo;
2) O cuidado com os impactos da glicação no organismo;
3) O estímulo mitocondrial para combater o déficit energético.

Os recursos mais modernos e cientificamente comprovados por atuar nessas áreas são: Primeiramente, destaca-se aqui o silício estabilizado em colágeno marinho Exsynutriment, com elevada potência na reposição do silício no organismo, já que essa depleção ocasiona desestruturação do tecido conjuntivo e da matriz dérmica, originando flacidez e rugas cutâneas. Estudos recentes publicados no AMWC (Aesthetic & Anti-aging Medicine World Congress 2022) mostram aumento de 23% no aumento da espessura dérmica com apenas dois meses de uso.

Outra ação fundamental a ser combatida no contexto do Positive Aging é a glicação, um fenômeno do organismo estimulado pelo consumo de açúcares, que afeta não só o metabolismo, mas também causa desordens na pigmentação e oxidação da pele.

Glycoxil é um ingrediente fundamental em formulações, pois tem ação antiglicante e desglicante, atuando diretamente na diminuição da síndrome metabólica e na redução do estresse oxidativo. Na pele, Glycoxil combate os AGEs (Advanced Glycation End Products) e tem ação sobre o envelhecimento cutâneo, melhorando a textura da pele e reduzindo as discromias.

O envelhecimento metabólico traz deficiência mitocondriais, gerando fadiga crônica às células, levando-as a um déficit energético e ao estresse oxidativo. As mitocôndrias também são reguladoras reversíveis do envelhecimento da pele e perda de cabelos.

Neste caso, restabelecer os níveis de ATP através de Bio-Arct, uma biomassa marinha polar integral, derivada de algas marinhas vermelhas de uma espécie chamada Chondrus crispus, é uma excelente para um booster bioenergético completo ao organismo.

Continua após a publicidade

Como ingredientes para formulações tópicas, os clássicos e imprescindíveis em qualquer formulação Ácido Hialurônico e Vitamina C, têm versão potencializada: os bioativos de alta performance com a tecnologia dos Silanóis que, entre outras ações, possibilitam maior penetração e biodisponibilidade das moléculas no tecido cutâneo.

Hyaxel, versão mais potente do ácido hialurônico, fracionado e vetorizado pelo silanol, que reestrutura a derme e epiderme, promovendo alta hidratação e redução de rugas na pele. Hyaxel faz a restauração biológica do reservatório hídrico cutâneo estimulando 5 proteínas envolvidas no processo de hidratação fisiológica. Estudo mostra melhora de 37,5% de aumento na hidratação em 28 dias de uso.

Ascorbosilane C, o Ácido ascórbico (Vitamina C), com pectina e estabilizado pelo silanol, é um potente antioxidante, que neutraliza a ação dos radicais livres e estimula a síntese de colágeno.

Respondido por:

Sílvia de Castro Andrade, formação em Publicidade e Propaganda, MBA em Marketing e em Gerenciamento de Projetos, especialista em Transformação Digital. Atua na área farmacêutica há 30 anos, com ênfase na área dermocosmética. Passagens pela indústria farmacêutica e empresas de ingredientes, atualmente é Diretora de Marketing na Biotec Magistral/ Aqia Nutrition e Vet Solutions.

Publicidade