Fernanda Gentil: o que não falta no cardápio da apresentadora

Carioca fala sobre sua dieta e controle total de alimentação

Por Juliana Diniz - 8 abr 2017, 07h00

“De segunda a sexta, fecho a boca. Não cortei nada da minha vida. É tudo com sabor – sabor glúten. [risos] Mas presto atenção na quantidade e não pulo refeição. Acordo e, antes de nadar, como uma banana ou um iogurte. Depois do treino, vou de ovo ou bato um whey protein rapidinho enquanto os meninos ainda estão na água. Almoço cedo, e bem: arroz integral, feijão, frango ou peixe e salada (também adoro macarrão integral com feijão).

Leia mais: Fernanda Gentil adota a natação e seca 5 quilos

À tarde, vou administrando, de três em três horas, com uma barra de cereal ou uma fruta. Janto sem carboidrato e tomo um chá ou um iogurte antes de dormir, porque até acalmar a casa demora. Vou deitar tarde, depois de fazer a papinha do Gabriel, esterilizar a chupeta, conversar com o Lucas sobre todos os Pokémons que ele pegou [risos] e botar as crianças na cama. Aí, no fim de semana, amor, eu vivo! [risos] Entra massa à noite, entra drinque, entra dormir mal, sair com os meninos e comer a comida deles…”

Alimentação super regrada

“Enquanto joguei vôlei de praia, aprendi a me ligar na qualidade dos alimentos. Mas eu sempre gostei muito de comer! Depois que você para de treinar com intensidade, tem que virar a chavinha, não dá para continuar consumindo as mesmas coisas de antes. Mesmo durante a gravidez, mantive tudo sob controle até o sétimo mês.

Aí descambei geral. Extravasei toda a ansiedade na comida. Como engordei muito, fiquei meio traumatizada. Voltei a me regrar 101%. Talvez por causa da memória por ter feito esporte, meu corpo respondeu rápido. Estou 5 quilos abaixo do peso que eu tinha antes do Gabriel.”

Continua após a publicidade
Publicidade