Corrida: como se preparar para uma prova de revezamento na praia

Nesse tipo de desafio, você terá paisagens maravilhosas, obstáculos naturais e muita diversão

As provas de revezamento que cruzam praias e trilhas seduzem pelas paisagens maravilhosas, desafiam pelos obstáculos naturais e conquistam cada vez mais adeptos graças à diversão garantida. Saiba os segredos para curtir ao máximo essa viagem com seus amigos:

Trajeto desvendado 

O percurso geralmente pode ser dividido entre duas e 
quatro pessoas. “Cada trecho tem características bem diferentes, por isso é importante distribuí-los de acordo com a experiência dos participantes”, diz Rodrigo Lobo, diretor da Lobo Assessoria Esportiva, de São Bernardo do Campo (SP).

Enquanto as subidas ficam com quem possui mais fôlego,
 os terrenos acidentados devem ser reservados para os corredores com experiência técnica – dependendo da situação da trilha, você precisa descer em zigue-zague ou até se segurar em árvores. Dois meses antes da prova, faça treinos específicos com os desafios que você vai encarar.

Look certo

Manguitos, bandanas e
 meias compridas (as da Compressport, R$ 79,90, não ficam encharcadas) evitam que galhos machuquem sua pele. “Já os óculos escuros protegem os olhos contra insetos e folhagem”, destaca Geraldo Lopes, proprietário da VO2 Adventure Assessoria Esportiva, no Rio de Janeiro.

Se chover, opte por um par
 de tênis com garras na sola
 e que tenha vazão de água. Quando o chão estiver seco, dá para calçar o mesmo modelo que você usa no asfalto – na areia, prefira 
um cabedal mais firme.

Equipe unida

Provas de corrida de revezamento

 (monkeybusinessimages/BOA FORMA)

Não adianta se preocupar com o pace: com tantos obstáculos (areia, inclinação, rochas, caminhos estreitos e chuva), fica impossível manter o mesmo desempenho do asfalto. Por isso, relaxe e monte um time em que todos tenham o mesmo objetivo de se divertir. “Esse tipo de prova é uma ótima oportunidade para viajar com os amigos de treino e a família e aproveitar um fim de semana na praia”, recomenda Geraldo.

Vale preparar a câmera para uma foto na linha de chegada,
 já que é comum que
 todos os participantes completem o último quilômetro juntos. “Como toda a equipe sai no mesmo horário de casa – bem cedinho para acompanhar a largada do primeiro corredor –, os atletas dos últimos trechos precisam levar comida e água para consumir enquanto esperam os demais chegarem, porque eles só vão entrar em ação depois de muito tempo”, sugere Rodrigo.

Sugestão de provas:

  • Desafio 28 Praias (SP)
  • XC Run Búzios (RJ)
  • Volta 
à Ilha (SC)
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s