Treino funcional em vídeo com o personal trainer Thiago Pugliesi

Faça com a gente uma sequência HIIT (treino de alta intensidade) de 20 minutos e queime muitas calorias

Por Daniela Bernardi 22 mar 2018, 17h45

Você só precisa de um colchonete e muita disposição para queimar centenas de calorias em 20 minutos e continuar com o metabolismo acelerado por horas. “O grande diferencial do HIIT (treino intervalado de alta intensidade) é que, por causa de seu ritmo vigoroso, ele estimula o gasto de energia mesmo depois de você terminar a sessão”, explica o personal trainer Thiago Pugliesi, criador do programa de treinos online Total HIIT.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

O resultado, além de estético, também é cardiovascular. Ou seja, dá para melhorar o fôlego de forma significativa sem ter que treinar para uma maratona! “É claro que, por não usar carga, a hipertrofia acaba sendo menor em comparação aos exercícios que utilizam halteres. Porém, basta reduzir o intervalo e aumentar as repetições para conseguir tônus muscular”, garante Thiago.

  • A seguir, o treino completo em vídeo que publicamos no canal do YouTube da BOA FORMA. A sequência com 15 exercícios sugerida pelo personal trainer deve ser realizada três vezes por semana – permaneça no movimento por 30 segundos e descanse outros 10 entre eles.

    1.     Trote no lugar

    2.     Sprawl com agachamento

    3.     Mountain climber

    4.     Canivete alternado

  • 5.     Flexão com alongamento tocando o pé

    6.     Polichinelo

    7.     Afundo pliométrico

    Continua após a publicidade

    8.     Prancha em movimento

    9.     Abdominal inferior

  • 10. Flexão de braços com rotação de tronco

    11.  Tapinha no pé alternado

    12.  Agachamento sumô

    13.  Burpee

    14.  Abdominal bicicleta

    15.  Caranguejo com toque no pé

    GymPass BOA FORMA: treine em mais de 12 mil academias por um valor fixo

    Dicas para aproveitar melhor o treino:

    – Não pare! Se a intensidade estiver forte demais, faça o exercício de forma mais devagar ou diminua sua complexidade, como apoiando os joelhos no solo durante a flexão de braços. E lembre-se: cada pessoa tem seu próprio ritmo.

    Respire naturalmente, sem encanar em inspirar pelo nariz ou pela boca. O importante é não prender o ar, o que pode atrapalhar a execução. Ah! Aproveite bem o tempo de descanso para recuperar o fôlego.

    Continua após a publicidade
    Publicidade