8 alimentos com mais vitamina C que a laranja

O nutriente conhecido por seus efeitos no sistema imunológico pode ser encontrado em diversas frutas e verduras. Confira

Por Amanda Panteri - 29 abr 2020, 10h00

Quando pensamos em vitamina C, o primeiro alimento que vem à nossa mente é, geralmente, a laranja. Apesar da fruta ter uma boa concentração do nutriente, outros ingredientes que colocamos no prato são ainda mais ricos nele, além de trazerem os benefícios que uma alimentação equilibrada nos fornece.

Alimentação X Organismo

A vitamina C é uma substância essencial para o funcionamento do organismo. Ela participa de diversas ações bioquímicas vitais em nosso corpo mas não é produzida naturalmente por ele, o que significa que precisamos ingeri-la através da alimentação. “A dose recomendada é de 75 mg por dia para as mulheres e cerca de 90 mg para os homens”, afirma a nutricionista Natalia Barros (@nataliabarros.nutri). 

Essa quantidade não é muito difícil de ser obtida. Uma única laranja contém 35 mg de vitamina C. “E o correto é consumirmos pequenas doses durante o dia. Quando comemos uma grande quantidade desse nutriente de uma vez só, o corpo não consegue absorver tudo e pode sobrecarregar o rim (resultando até em cálculos renais)”, diz a especialista – é por isso que a suplementação de qualquer vitamina deve sempre ser receitada e acompanhada por um médico.

Além disso, a vitamina C é facilmente solúvel em água, o que significa que ela pode se desnaturar em altas temperaturas. Para reforçar o nutriente no seu organismo, é sempre bom prezar pelos alimentos crus.  

Benefícios da vitamina C 

O nutriente é conhecido por sua propriedade antioxidante. Ou seja, ele combate os radicais livres, moléculas que promovem danos oxidativos nas células, além de ser anti-inflamatório, auxiliando na neutralização da inflamação das células de defesa do corpo. Tudo isso fortalece o sistema imunológico e tem consequências favoráveis à estética, já que protege a pele do envelhecimento precoce. 

“Sem contar os benefícios para regular a pressão arterial, diminuir o colesterol, prevenir contra a anemia (já que a vitamina C facilita a absorção de ferro) e proteger a memória – estudos já mostraram que níveis baixos da vitamina no organismo estão relacionados a uma maior incidência de distúrbios como a demência. Por outro lado, a ingestão adequada da mesma parece exercer um efeito protetor para o cérebro”, explica Natalia.

Quais alimentos contém vitamina C? 

Para montar a lista a seguir, utilizamos a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), um levantamento feito pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) que contou com a ajuda de diversos outros laboratórios e universidades pelo país. A quantidade de miligramas (mg) de vitamina C dos itens a seguir diz respeito a uma porção de 100 g de cada alimento.

Morango

De acordo com a TACO, cada 100 g de morangos contém cerca de 64 mg de vitamina C. “Eles também possuem diversos fitoquímicos e compostos bioativos – os conhecidos antioxidantes naturais presentes nas frutas vermelhas”, complementa Natalia.

Acerola

A fruta é pequenininha, mas muito concentrada. “Uma única acerola pode ter até 200 mg do nutriente em questão”, afirma a nutricionista. Isso quer dizer que uma porção de 100 g da polpa pode chegar a 1.000 mg! 

Continua após a publicidade

Pimentão

Não importa a cor, todos eles são ricos em vitamina C. O amarelo é o mais concentrado (cerca de 201 mg para cada 100 g). 

Kiwi

Ele é delicioso e ainda contém aproximadamente 71 mg de vitamina C para cada 100 g. 

Brócolis cozido

São 42 mg de vitamina C para cada 100 g do alimento. 

Couve-manteiga refogada

100 g possui cerca de 76,9 mg do nutriente. 

Tangerina 

A do tipo ponkã tem cerca de 49 mg para cada 100 g. 

Camu-camu

Apesar de não constarem dados sobre a fruta originária das regiões alagadiças da Amazônia na TACO, ela é o alimento com maior concentração de vitamina C que se tem notícia. São 2.880 miligramas de vitamina C para cada 100 gramas de polpa!

Continua após a publicidade
Publicidade