Saiba como a temporada de Câncer está afetando o seu emocional

Segundo a astrologia, o Sol em Câncer aflora anseios e atenua instabilidades emocionais - mas nada de pânico, o objetivo é olhar e cuidar ao invés de fugir.

Por Marcela De Mingo Atualizado em 19 jul 2021, 15h33 - Publicado em 12 ago 2021, 09h00

Diz a astrologia: estamos entrando na temporada de câncer. E mais: esse período pode mexer com o emocional. Quem é chegado a filosofias holísticas talvez saiba exatamente o que tudo isso significa, mas, para os leigos, talvez nenhuma das frases que abriram esse parágrafo faça sentido. 

Nada de pânico! Os astros têm uma influência direta na vida na Terra – quem aí já ouviu falar que a maré muda conforme a Lua? -, e isso também se estende a forma como nos sentimos e até como nos relacionamos. Muitos já experienciaram, por exemplo, os efeitos de Mercúrio retrógrado, e as dificuldades que ele traz ao nos comunicarmos uns com os outros (se o seu celular pifou do nada, acredite, pode ser o danado em ação!). 

Mas não vamos nos afastar muito do tema. O principal é entender que, agora, estamos na temporada da de Câncer e que ela pode ter um impacto no seu estado emocional. No entanto, nós temos a solução para tudo isso. 

O que é a temporada de Câncer? 

Ninguém melhor do que a astróloga e terapeuta holística Naiara Tomayno para explicar exatamente o que significa o termo “temporada de Câncer”: “Significa que o Sol, o luminar que representa nossa essência e consciência, vai nos iluminar pelas lentes do signo de Câncer. Todos nós, independente do signo solar, passaremos a olhar para a vida sob essa lente, portanto, com foco em assuntos cancerianos: saúde emocional, afeto, cuidado, nutrição, intuição, acolhimento, pertencimento e ancestralidade. Dependendo do mapa astral de cada um, esses assuntos serão mais ou menos relevantes”, diz ela.

Ou seja, se você tem um signo solar em Libra, ainda assim pode perceber um desejo ou uma necessidade maior de olhar para a sua saúde emocional, para a forma como você se nutre (física ou emocionalmente), para a sua sensação de pertencimento e até para o funcionamento da sua própria intuição. 

Continua após a publicidade

“A entrada do Sol em cada signo ressalta seus assuntos, então, as nossas emoções e sensações passam a ser coloridas por essas temáticas”, continua a terapeuta. “Tratando-se do signo de Câncer mais especificamente, temos ainda mais sensibilidade, necessidade de trocar carinhos e até a possibilidade de vivenciar mais carência.”

Antes de minimizar efeitos, observe-os e busque a cura

Uma forma bastante humana de lidar com sensações desconfortáveis é jogando-as para debaixo do tapete. É comum, por exemplo, mascararmos a ansiedade com o apetite, buscar novas distrações, até mesmo nos afogarmos em trabalho para evitar lidar com um emocional aflorado. Naiara, no entanto, diz que não é preciso pensar em minimizar os efeitos decorrentes da temporada de Câncer. Pelo contrário, a ideia é fazer o oposto disso. 

“O que o universo nos pede é para, justamente, mergulharmos nessa energia e absorvermos seus aprendizados”, diz ela. “Porém, se questões emocionais do passado, de carência, de mágoas, etc., aparecerem, o melhor é focar o máximo possível na cura de cada um desses gatilhos, talvez procurando uma ajuda profissional para trabalhar nossa saúde emocional ou focando em atividades que nos nutrem.”

Em resumo, não é preciso fugir das sensações e sentimentos que a lupa de Câncer pode despertar, no entanto, também não é necessário lidar com tudo isso sozinha: vale a pena procurar ajuda especializada caso você julgue necessário. 

Vale considerar também que essas variações emocionais não necessariamente vão afetar a todos e que, segundo Naiara, pode depender muito do mapa astral de cada um: “Quando tratamos dos efeitos do que acontece no céu na vida de cada um, existe um primeiro passo importante: observar como é a interação desse signo com o seu próprio mapa. Por exemplo, uma pessoa com dificuldade de acessar suas emoções, inibição e limitações emocionais, vai lidar com essa temporada de uma maneira completamente diferente de uma pessoa que tem excesso de sensibilidade, vulnerabilidade ou até certa confusão emocional”. 

Ainda assim, existem atividades que você pode priorizar para garantir uma passagem tranquila por esse momento astrológico, como fazer terapia, dar uma atenção extra para a família, optar por uma alimentação mais afetiva ou até mesmo priorizar atividades que satisfaçam emocionalmente (como um hobby que você goste muito). Tudo isso pode ajudar a atenuar instabilidades emocionais ou anseios aflorados pelo período. 

Continua após a publicidade

Publicidade