#Escapes: Por que você deveria meditar 15 minutos por dia

A colunista Cacá Filippini mostra todas as vantagens de incluir a prática na rotina

Por Cacá Filippini Atualizado em 4 Maio 2018, 18h06 - Publicado em 4 Maio 2018, 17h41

Vida atarefada, divisão do tempo entre trânsito, demandas profissionais, responsabilidades com filhos, cuidados com a casa, cursos, atualização do feed de notícias, participação ativa nos grupos de mensagens instantâneas, e-mails para enviar e responder, eventos para organizar… Quem não se vê nessa rotina?

  • Quase todo mundo, aposto! Não à toa, em um levantamento recente da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil foi apontado como o país com maiores índices de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e o quinto em casos de depressão.

    Como controlar isso? Para mim, a resposta é meditação. E parece que para a ciência também: uma pesquisa americana publicada em 2016 na revista Translational Psychiatry notou que a prática promove um relaxamento mais duradouro do que tirar férias. E o melhor, não gera custos extras!

     

    Eu reservo 15 minutos do meu dia para meditar – independentemente de onde esteja. Sentada de forma confortável, fecho meus olhos e foco na minha respiração. Inspiro e expiro….

    Continua após a publicidade

    Nesse tempo, vigio meus pensamentos negativos e fico atenta se eles têm mesmo razão de existirem ou se são fantasiosos, ocupando um espaço precioso na minha mente. Treino a gratidão, não me preocupo com o futuro e vejo o que de melhor posso fazer no presente.

  • Mais do que uma prática religiosa ou mística, a meditação é, cada vez mais, prescrita por médicos. Sua aplicação vale para casos de ansiedade e stress e até para dores persistentes e doenças crônicas, como hipertensão e diabetes.

    Cacá Filippini meditando na praia
    Cacá Filippini medita ao som das ondas do mar Arquivo pessoal/Arquivo pessoal

    Segundo os especialistas, o importante é fazer dessa prática um hábito – que deve ser aprimorado com o tempo. Existem meditações guiadas e não guiadas, diversos aplicativos para celulares, além de vídeos na internet que trazem métodos diferentes.

    Por experiência própria, digo que as primeiras tentativas serão interrompidas por vários pensamentos. É normal! Sempre que eles surgirem, retorne a atenção para o seu propósito e foque naquele momento, pois seus problemas estarão lá quando você terminar, e você estará em melhor estado para  resolvê-los.

    Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

    Quanto mais fizer esse exercício, mais fácil será da próxima vez. Insista, teste ao menos três opções diferentes de meditação. E lembre-se: ache seu ESCAPE, faça menos do mesmo e até a semana que vem!

    Continua após a publicidade
    Publicidade