Conhece o indoor skydiving? Campeã mundial fala sobre o esporte

Conversamos com Inka Tiito, que
 esteve no Brasil para testar o simulador de paraquedismo iFly

Por Daniela Bernardi - Atualizado em 17 fev 2020, 15h12 - Publicado em 26 jul 2017, 11h11

A finlandesa Inka Tiito encanta pela sua beleza, mas as pessoas ficam mesmo impressionadas
 é quando a veem dançando no ar. Campeã mundial de indoor skydiving, a atleta
 esteve no Brasil para testar o simulador de paraquedismo iFly e conversou com a gente.

Girl Power
“Salto em queda livre é um esporte dominado por homens, mas eles não conseguem dançar no ar como nós [risos].”

Veja também: Escalada pode ajudar no tratamento da depressão, conclui estudo

O melhor de trabalhar com isso é…
https://www.instagram.com/p/0nOo1YN5KJ
“Sair da normalidade todos os dias.”

Para dançar no ar, você precisa de…
https://www.instagram.com/p/BJcHzkUhEy5
Flexibilidade, força e equilíbrio. “Tenho que manter as poses em isometria e, ao mesmo tempo, resistir à falta de gravidade, que desafia o controle do corpo.”

Emoção e paixão
https://www.instagram.com/p/BE-2oujN5GI
“Nas coreografias, conto uma história que depois ganha detalhes no vídeo. A diferença em relação ao balé tradicional é que o teto do túnel de ar se torna meu chão, já que não há gravidade.”

Erros de iniciantes no salto livre:
1. “Comer alimentos de difícil digestão antes de pular”.
2. “Deixar a diversão tomar conta da situação e se esquecer dos cuidados, já que pequenas falhas têm grandes consequências no ar”.
3. “Não treinar em solo firme. Eu pratico ioga com frequência”.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo fitness com a newsletter da BOA FORMA

Continua após a publicidade
Publicidade