Celulite: tratamentos alternativos para acabar com os furinhos

Antes de partir para intervenções estéticas, experimente algumas medidas caseiras para se livrar das ondulações

Por Luiza Spina (colaboradora) - Atualizado em 13 jun 2018, 19h35 - Publicado em 13 jun 2018, 19h18

Os especialistas são unânimes: para se ver livre da celulite, é preciso atacá-la em várias frentes. Vale mexer na alimentação, botar o corpo para malhar, investir em tratamentos caseiros e até lançar mão de truques de efeito para disfarçar o aspecto de casca de laranja. A hora é agora!

1. Coma alimentos anti-inflamatórios

A gordura acumulada nas células faz com que elas aumentem de tamanho e também impede seu funcionamento adequado – assim, elas ficam presas no tecido subcutâneo, causando uma inflamação.  “É preciso limpar o organismo de toxinas e substâncias inflamatórias para que as células retomem seu funcionamento ideal”, explica a nutricionista funcional Andréa Santa Rosa Garcia, do Rio de Janeiro.

Os principais alimentos anti-inflamatórios são aqueles ricos em flavonoides (as frutas vermelhas e as cítricas, como a uva, a maçã, o aipo e a salsa), em licopeno (tomate, goiaba e melancia), no gingerol do gengibre, em gorduras monoinsaturadas (azeite de oliva extravirgem e do abacate), em ômegas-3 e 6 (salmão, sardinha, sementes de linhaça e chia) e em selênio (castanha-do-pará).

2. Beba muita água

“Beber 2 litros por dia elimina toxinas e auxilia a circulação”, explica a nutricionista funcional Fernanda Ganem, do Rio de Janeiro. Alimentos ricos nesse líquido (como melancia, melão, abacaxi, alface, alcachofra, pepino e beterraba) ajudam bastante, mas não substituem o consumo da água.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

3. Faça agachamentos

É claro que o exercício aeróbico (caminhar, correr, pedalar) acelera o metabolismo, emagrece e, portanto, ameniza a celulite. Mas, além dele, vale concentrar os esforços nas áreas mais atingidas com um único exercício: o agachamento. Você pode começar com pesinho de 2 quilos nos ombros. Faça 3 séries de 15 repetições, 2 ou 3 vezes por semana, por pelo menos 6 semanas.

4. Use cremes específicos com cafeína

Embora não seja nova, a cafeína continua imbatível no tratamento tópico da celulite, presente em cremes industrializados ou manipulados. “Ela estimula a síntese de colágeno, elastina e outros componentes da pele, deixando-a mais firme e amenizando ondulações”, explica a dermatologista Márcia Pontes, do Rio de Janeiro. Passe o creme duas vezes por dia com os movimentos circulares, sempre de baixo para cima.

*Matéria originalmente publicada em outubro/2013.

Continua após a publicidade
Publicidade