Daniela Mattos Yoga com propósito, por Daniela Mattos Daniela Mattos encontrou na prática de Kundalini Yoga um caminho para a cura e sua verdadeira missão de vida. É autora do livro 'Sat Nam — Você É Seu Próprio Guru'.

Ano novo astrológico: a jornada da evolução da consciência

O ano novo astrológico começou oficialmente no equinócio de primavera no hemisfério Norte, no dia 20 de março, quando o Sol ingressa em Áries

Por Daniela Mattos Atualizado em 25 Maio 2022, 13h00 - Publicado em 20 Maio 2022, 13h21

Você sabia que o zodíaco representa a evolução da consciência, reflexo de nossa própria jornada? Cada um dos doze signos exerce um papel diferente em nossa evolução física e espiritual. Eles representam os elementos da natureza, água, terra, ar e fogo, e por isso é importante conhecer as manifestações dessas energias e como podemos compreender a mensagem que cada uma delas nos oferece.

Independente se a pessoa que tem Sol em capricórnio, Lua em câncer, Mercúrio em sagitário, por exemplo, ela possui presentes em seu corpo e mente a energia de todos os 12 signos do zodíaco. Claro que alguns signos podem ter uma influência maior ou menor em um mapa astral. A energia está presente em diferentes áreas de nosso corpo e quando sentimos um desconforto, por exemplo, a mensagem por trás dessa reação do organismo pode ser a das energias de determinado signo se fazendo presente.

O primeiro signo do zodíaco é Áries. Ligado ao elemento fogo, o planeta regente é Marte, , Deus da guerra, também conhecido por sua coragem e bravura. Quando tudo era escuridão no Universo, Áries chegou com uma tocha, iluminando e trilhando novos caminhos sem medo. Este é o signo que planta as sementes com ideias que serão colhidas lá na frente, o signo do ‘ser’, ‘do eu’ que tem assertividade, sem paciência e meio ‘brigão’. Sem essa força do signo de Áries nós nunca iremos começar ou completar a jornada da nossa consciência. Essa energia fica localizada na cabeça, e se você quer meditar na sua energia de Áries diga: “eu sou minha cabeça, sou pioneiro, assertivo, corajoso. Sou assertivo com consciência ativa”.

Em seguida vem Touro, ligado ao elemento terra e que tem Vênus como planeta regente. Expandindo a imaturidade de Áries, Touro seria considerado um ‘toddler’. Já possui o senso do ser, o ‘eu sou’, e agora busca o ter, ou ‘eu tenho’. É um signo que busca a segurança material, por isso é considerado um dos fortes trabalhadores do zodíaco. Um tanto teimoso, tudo para o taurino tem que acontecer em seu próprio tempo. As experiências sensoriais também são importantes para o taurino. A energia do signo de Touro fica localizada na área do pescoço e para meditar, repita: “Eu sou meu pescoço, e transcendo o material enaltecendo a sensualidade no mundo”.  

Já o signo de Gêmeos é considerado o mensageiro do zodíaco, pois tem como regente o planeta Mercúrio. Agora que a alma já possui o senso do indivíduo e das necessidades individuais, agora a alma chega para expressar, comunicar, compartilhar a palavra. O elemento é ar, ligado às faculdades mentais, gêmeos é o mensageiro da mente iluminada. Com uma mente rápida e brilhante, o signo de gêmeos conecta e faz uma ponte entre suas ideias individuais, e como elas vão contribuir para um mundo melhor. Ele consegue fluir entre as polaridades acessando novas possibilidades para além do mundo material. Comunique-se com essa energia do signo de gêmeos focando nas mãos, braços e antebraços e falando: ‘eu sou meus braços, mãos, e antebraços, eu sou o mensageiro da mente iluminada.’

O elemento água está ligado às emoções e à Lua e o signo de Câncer é o primeiro dos três signos de água do zodíaco. É um marco na jornada da alma pois Câncer é  emocional, sensível e empático, sendo sempre movido pelas emoções. Os três signos anteriores são focados no início da trajetória da alma, desde descobrir quem você é, criar o que você deseja, e aprender que você está aqui para compartilhar suas ideias com o mundo. No signo de Câncer, a alma inicia o ciclo de dar e receber, indo além do entendimento, como aprendeu no signo de gêmeos. Assim, a alma segue criando e pertencendo ao seu lar. Câncer é um signo que gosta de cuidar dos outros, mas que precisa se cuidar e ser cuidado também. Para se comunicar com essa energia, foque no seu peito, nos seios. Respire e solte o ar lembrando do ciclo de dar e receber.

Até aqui conhecemos os primeiros signos de cada elemento do Zodíaco. Agora voltamos ao elemento fogo com o signo Leão, que tem o Sol como planeta regente e veio para brilhar nessa vida. Quando em equilíbrio, o Leão reúne além do brilho, coragem, generosidade, lealdade e amor-próprio. Nessa jornada a alma aprenderá a se amar incondicionalmente, amando sua sombra e sua luz, pois só assim lá na frente conseguiremos dar aos outros essa luz e brilho vindo do amor puro. A energia deste signo fica no coração e na parte superior das costas. É uma região próxima ao signo de Câncer que fica no peito, na caixa torácica, mas é separada do coração pelo pericárdio. Diga: “Eu sou meu coração, eu irradio luz e vim fazer o mundo brilhar cada vez mais”.

Virgem é o segundo signo de terra do zodíaco, também ligado ao planeta Mercúrio. Mais madura, a alma já aprendeu a amar incondicionalmente e agora, perfeccionista e detalhista, está determinada a buscar o aprimoramento e a purificação. Neste ponto da jornada a alma já compreendeu que nessa evolução estamos aqui para sermos os nossos melhores e assim poder servir aos outros da melhor forma possível, genuína e na sua forma mais pura. A energia do signo de Virgem fica no abdômen incluindo os órgãos que ficam no abdômen como fígado, intestino e estômago. Comunique-se com essa energia repetindo: “Eu sou meu abdômen, vim me purificar para poder servir com propósito”.

A partir desse ponto começamos a segunda metade dos signos do zodíaco. Até este ponto Áries – Virgem a jornada tem como objetivo criar o alicerce do Ser, explorando o mundo ao redor, ainda de forma superficial. Agora, de forma madura e consciente das partes que a compõem, a alma irá explorar o mundo ao seu redor com mais profundidade.

Essa exploração e ‘acomodamento’ requer um certo equilíbrio para que seja possível reconhecer o outro, além de nós mesmos. Essa é a tarefa do signo de Libra. Como uma balança, ele pesa o mundo ao seu redor usando a sua verdade graciosamente como escala para guiar o seu caminho. Libra tem como regente Vênus, elemento ar, e a região do corpo que guarda essa energia é a lombar. Conecte-se com essa energia dizendo: “Eu sou minha lombar, e eu peso os diferentes aspectos do mundo na balança da minha verdade com graça”.

Continua após a publicidade

Com fama muitas vezes injustas, o signo de Escorpião, que tem água como elemento e sente tudo muito profundamente no seu ser,  inicia uma transformação única na jornada da alma. Neste ponto a alma aprenderá que para continuar evoluindo ela terá que deixar para trás partes de si mesma para poder expandir a consciência. Morte, transformação e renascimento resumem o objetivo deste signo. Aprender a descamar e deixar para trás, aprendendo com seu próprio carma, e assim virando a página e criando espaço para a expansão da consciência. Escorpião tem como regente Plutão, e está pronto para evoluir guiado por emoções profundas guardadas no sacrum. Conecte-se com essa energia tão poderosa dizendo: “Eu sou meu sacrum e meus órgãos sexuais; eu crio, abandono, morro e renasço para alcançar novas alturas”.

Representado pela figura do centauro, o aprendizado do signo de Sagitário é o uso do corpo como veículo para acolher a alma. Sua busca é viver de forma mais consciente e para isso ele deve elevar sua parte animal para ser um ser divino. A sede de conhecimento do Sagitário o leva a buscar o seu melhor e assim viver da maneira mais pura.  Com ele inicia o último terço do zodíaco, onde com cada signo que passa, a alma fica mais consciente do seu papel na Terra. A energia do signo de sagitário fica nos quadris e coxas e você pode se comunicar com essa energia da seguinte forma: “Eu sou meu quadril e minhas coxas; sou livre e busco conhecimento e experiências para dividir com o mundo. Busco elevar minha consciência”.

O último signo do elemento terra, e gerente do Zodíaco, é o Capricórnio. Neste ponto da nossa jornada da alma, capricórnio na sua expressão mais alta já aprendeu muitas lições, consegue ver o mundo do alto da montanha e agora tem que botar o que aprendeu em prática, criar estruturas para a sociedade. Ele já está ciente que neste processo de expansão da consciência o trabalho não é para o seu próprio bem, mas o importante é como o seu conhecimento pode ser utilizado para o melhor de todos. A energia de Capricórnio fica nos joelhos, que ao mesmo tempo sustenta o corpo e tem mobilidade. Uma maneira de se comunicar com essa energia: “Eu sou o meu joelho, levo comigo minhas lições e utilizo esse conhecimento da melhor maneira para servir. Eu confio que o que tiver que acontecer, acontecerá”.

Aquário é o signo mais excêntrico do zodíaco, signo de ar mentalmente rápido, com uma visão do que há por vir como nenhum outro. Buscando por igualdade, mas respeitando a individualidade, Aquário veio para abalar as estruturas. Capricórnio criou uma sociedade estruturada, já Aquário chega para desmantelar e mudar o paradigma. Ele pode despertar a luz dentro de cada um de nós.  A energia de aquário está localizada no tornozelo e para se comunicar com ela, você pode dizer: “Eu sou meu tornozelo; fico em pé na minha individualidade e desperto o potencial da Nova Era no coletivo. Juntos somos mais fortes”.

O último signo do zodíaco, Peixes, vem para integrar matéria e espírito. Os 11 signos anteriores passaram pela evolução da alma, criando o senso do ser, ter, dividir, cuidar, amar, servir, equilíbrio, renascer, expandir, construir, destruir para entender que sempre fomos um com o Universo. Peixes tem em si todos os outros signos, e a ponte entre matéria e espírito, por isso é representado por dois peixes nadando em direções opostas. A imagem nos lembra que somos “Um”. A energia desse signo se encontra nos pés, e os pés contém a energia de todos os outros signos. Para comunicar-se com essa energia: “Eu sou meus pés; eu integro matéria e espírito; eu sou Um; sou o começo e o fim”.  

Espero que você tenha gostado desta jornada da alma. Cada signo pode expressar energias mais conscientes quando em equilíbrio ou menos conscientes quando não alinhados. O Zodíaco não é só um ciclo, mas sim uma espiral, e cada vez que damos uma volta reiniciamos de um ponto mais elevado carregando dentro da nossa alma a aprendizagem de outras vidas. Espero que neste equinócio que marca o reinício desta trajetória você esteja mais consciente da energia de cada signo, e que isso ajude em sua evolução.

Muita Luz, Verdade e Sat Nam. 

Daniela Mattos @danielamattos_yoga

 

 

Daniela Mattos é escritora e instrutora de yoga e meditação em português e inglês para adultos e crianças. Especializada em Kundalini Yoga, ela compartilha com as pessoas técnicas de meditação e yoga para que também elas possam melhorar suas próprias vidas. É autora de “Sat Nam – Você é seu próprio guru” e produz conteúdo para seu canal no YouTube, o Daniela Mattos – Kundalini Yoga.

Continua após a publicidade

Publicidade