8 hábitos diários para melhorar a sua saúde mental

Assim como a saúde do corpo, é preciso um investimento diário para manter a saúde da mente. Veja como aqui!

Por Marcela De Mingo Atualizado em 2 jun 2022, 16h02 - Publicado em 7 jun 2022, 08h00

Com toda conversa atual sobre saúde mental, é perceptível como as pessoas estão mais preocupadas com o seu estado de espírito. Os motivos para isso são muitos, desde a recente pandemia de coronavírus, até o aumento nos casos de depressão e a ansiedade gerada por questões econômicas, políticas e sociais. 

COMO, ENTÃO, MANTER A SAÚDE MENTAL DIANTE DE TUDO ISSO? 

“A rotina é um dos aspectos ambientais que pode interferir na saúde mental”, explica o médico especialista em psicopatologias Dr. Ariel Lipman. “Hábitos saudáveis como prática de atividades físicas, dormir sempre mais ou menos no mesmo horário, um número de horas suficientes, certamente contribuem para um maior bem-estar, prevenindo o adoecimento.”

É claro que outros aspectos também impactam —  e muito! Um estudo recente desenvolvido pelo Serasa mostrou que 85% dos brasileiros endividados entrevistados lidavam com questões de insônia ou dificuldade para dormir por conta de preocupações financeiras. 

Ainda assim, para o Dr. Ariel, buscar uma rotina saudável pode ajudar a equilibrar essa balança e, no mínimo, melhorar a nossa lida com questões incontroláveis, principalmente quando falamos no quadro social e político. “Devemos procurar uma rotina que seja confortável. Trabalhar um número de horas que seja razoável, dormir um número de horas que sejam suficientes, evitar grandes variações no horário de dormir, prática de atividades físicas, hobbies… Claro que não precisamos ser militares. Porém, procurar uma rotina equilibrada a maior parte dos dias”, diz ele. 

 

8 HÁBITOS DIÁRIOS PARA MELHORAR A SAÚDE MENTAL

Já entendemos, então, o papel da rotina para a saúde mental. Que tal buscarmos hábitos interessantes para torná-la mais prazerosa e cumprir com essa função? Algumas dicas já foram citadas acima, mas, a seguir, vamos aprofundá-las um pouco mais. 

1

Tenha horários para dormir e acordar

A consistência é muito importante para o corpo, e ter horários fixos para dormir e acordar na maioria dos dias garante um bom número de horas de sono e descanso merecido para o corpo. Claro, existem exceções, como os finais de semana e um evento que passa da hora, mas buscar seguir o mesmo horário todos os dias é muito vantajoso. 

2

Pratique exercícios físicos

Pelo menos algumas vezes na semana. A periodicidade fica a seu critério (a Organização Mundial da Saúde recomenda 30 minutos por dia), mas busque uma atividade que você gosta e mova o corpo. Os seus níveis de endorfina agradecem! 

3

Limite o seu tempo nas redes sociais

Já existem muitos estudos que mostram como as redes sociais interferem na nossa saúde mental. Acordar e dar de cara com o feed do Twitter, por exemplo, cheio de notícias e reclamações, não é bom para você – ou para o seu humor! Busque limitar o seu tempo nessas redes, principalmente ao acordar e antes de dormir. 

4

Passe tempo com as suas pessoas queridas

Continua após a publicidade

Amigos ou familiares, é verdade que as nossas relações têm um impacto profundo na nossa saúde mental. Ou seja, um hábito para sempre ter na agenda é tempo de qualidade com as pessoas que você ama – e isso significa estar presente nesses momentos. Nada de um olho na tela do celular e outro na mesa do bar com os amigos. 

5

Invista em uma alimentação saudável

Nós sabemos que quando a rotina está corrida ou quando a ansiedade está alta, manter uma alimentação regradinha é complicado. Por isso, busque manter uma alimentação saudável e equilibrada o máximo possível. Variedade é a palavra de ordem para isso: faça refeições completas e com alimentos positivos, como legumes, verduras, grãos e proteínas. 

6

Agende tempo de descanso

É isso mesmo! Fazer o equilíbrio da sua própria agenda é essencial para uma boa saúde mental. Isso significa ter tempo para descansar. Se você sabe que vai ter um dia da semana cheio de eventos de trabalho, por que não deixar o dia seguinte o mais livre possível? Se um fim de semana será repleto de encontros e festas, então, o próximo pode ser mais tranquilo e passado em casa. Administrar a sua energia é essencial, nesses casos. 

7

Encontre um hobby

Você gosta de tricotar? Talvez de brincar com aquarela? Andar de bicicleta? Ter um hobby é uma forma de desestressar, mudar o foco da mente e colocar o corpo em movimento de uma forma nova.

8

Tome sol

Já falamos bastante sobre a importância da vitamina D para o bom funcionamento do organismo, mas muitos estudos dizem que ela também é essencial para a manutenção do nosso humor e sensação de bem-estar. Para tomar um pouco de sol, você pode tanto aproveitar os raios da manhã quanto sair para uma caminhada ao ar livre ou abrir a janela próxima a sua escrivaninha. Só não esqueça de usar o protetor solar, ok?   

 

O QUE FAZER QUANDO SAÍMOS DA ROTINA? 

Como disse Ariel, é importante não ser “militar”, isto é, exigente demais, quando o assunto é a rotina. É inevitável que ela saia dos eixos por motivos incontroláveis, como demandas de trabalho, mudanças (profissionais ou de casa), doenças, entre outros. 

“O problema é quando essa saída do eixo vira a rotina”, explica. “Procurar voltar ao estado anterior é relevante. Importante salientar que quando afeta a saúde mental ou quando é a própria saúde mental que está afetando a rotina, é sempre necessário procurar ajuda especializada.”

A volta à rotina pode ser um desafio, mas uma dica interessante é começar sempre com o início e o fim do dia, retomando horários para dormir e acordar e buscando, aos poucos, resgatar os hábitos que fazem bem

Como disse o Dr. Ariel, no entanto, é importante ter em mente que a psicoterapia é útil para qualquer pessoa, já que compõe um espaço onde a pessoa pode ser ouvida de forma compassiva e profissional e compreender melhor os seus próprios processos psíquicos, o que vai auxiliar na manutenção do bem-estar e prevenir contra doenças mentais. 

Continua após a publicidade

Publicidade