Continua após publicidade

15 maneiras de praticar o bem-estar, segundo a ciência

Sim, é possível praticar o bem-estar diariamente e se sentir muito melhor e mais feliz a longo prazo

Por Marcela De Mingo
4 mar 2023, 08h00

O autocuidado deixou de ser só uma tendência das redes sociais para se transformar em um estilo de vida. E se você não sabe por onde começar, não se preocupe, nós temos a solução: 15 ideias aprovadas pela ciência para você começar a praticar o bem-estar ainda hoje. 

POR QUE PRATICAR O BEM-ESTAR? 

Talvez você pense que não vale a pena dedicar o seu tempo para pequenos hábitos de bem-estar, mas a verdade é que eles são importantíssimos e garantem a boa saúde, previnem contra doenças e ainda melhoram o seu humor. 

É bem possível que você não esteja praticando atividades que gerem bem-estar o suficiente – é comum confundirmos esses hábitos com autoindulgência e nos sentirmos culpadas sempre que paramos para fazer algo a nosso favor. 

E o pior: deixar os verdadeiros momentos de autocuidado de lado interfere não só na nossa saúde e bem-estar, como também na maneira como lidamos com os outros. Um estudo desenvolvido em 2019 na Universidade de Bournemouth, no Reino Unido, mostrou que enfermeiras com frequência revelam o cuidado com a própria saúde enquanto estão cuidando dos seus pacientes. No entanto, essa negligência acaba interferindo também na maneira como elas executam o próprio trabalho. 

É por isso que cuidar de si mesma não é ruim. Pelo contrário, é necessário para nutrir o nosso bem-estar e isso vai, em consequência, interferir na forma como lidamos com os outros e com o mundo. 

Continua após a publicidade

Por isso, o ideal é que você tire um tempo, todos os dias, para cuidar de você mesma. Isso vai depender da sua agenda, da sua rotina e, claro, do seu contexto econômico e social, mas é possível executar pelo menos um desses hábitos que comprovadamente melhoram a nossa sensação de felicidade. 

15 MANEIRAS DE PRATICAR O BEM-ESTAR

1

Esteja ao ar livre

Você não precisa fazer uma trilha em meio a natureza para usufruir dos benefícios que sair de casa oferecem ao cérebro. Pelo contrário, estudos dizem que até mesmo olhar por um tempo fotos da natureza já desencadeiam memórias e sensações boas no cérebro. 

Continua após a publicidade

Por isso, se você não pode ir até o parque, observe o fundo de tela do seu computador, olhe pela janela por alguns minutos, vá até o quintal da sua casa ou cuide das suas plantas. Tudo isso é válido. 

2

Faça um treino ao ar livre

E já que estamos falando de ambientes abertos… que tal tirar o treino da academia e levá-lo para uma praça ou parque? Existem estudos que indicam que praticar exercícios físicos ao ar livre melhora a nossa autoestima mais do que exercícios em ambientes fechados, principalmente para pessoas que lidam com questões de saúde mental. 

3
Continua após a publicidade

Ajude alguém

Existem muitos estudos que enumeram os benefícios do trabalho voluntário para a nossa autoestima e sensação de bem-estar. Mas se você não tem tempo para uma atividade como essa, que exige comprometimento, que tal oferecer ajuda para alguém do seu trabalho ou para um familiar? Pode ser até para ajudar o seu filho com a lição de casa. O importante é cuidar de outra pessoa que não você mesma por um tempo. 

4

Pratique o mindfulness

Talvez você já saiba sobre essa ideia, mas praticar o mindfullness é uma ótima forma de nutrir a sua sensação de bem-estar. Focar no presente e tirar a sua mente de ideias futuras diminui os níveis de ansiedade e estresse e melhora a visão que temos de nós mesmos. 

Continua após a publicidade
5

Dance

Dançar é incrível porque não só queima muita caloria, como também faz maravilhas pelo nosso humor. Estudos indicam que a dança melhora a imagem que temos do nosso próprio corpo, a nossa qualidade de vida e até diminui o risco de doenças como a demência. 

6

Ouça as músicas certas

Continua após a publicidade

É um fato que a trilha sonora certa pode mudar o nosso humor, por isso, coloque para tocar a sua playlist de músicas felizes e veja a mágica acontecer – pesquisas indicam que ouvir músicas animadas estimulam a criatividade, fora que curtir essas músicas faz, literalmente, bem ao coração.

7

Coma mais frutas e verduras

A nossa alimentação interfere também na nossa saúde mental. Isso significa que por mais deliciosa que seja uma barra de chocolate, comer frutas e verduras vai ter um efeito bem melhor a longo prazo. 

8

Transe! 

Pois é, sexo é maravilhoso por muitos motivos e um deles é o efeito que essa atividade tem no nosso cérebro. Seja com alguém, seja praticando a masturbação, os efeitos do orgasmo no nosso corpo vai além de alguns momentos de prazer – isso ajuda demais com a sua sensação de bem-estar a longo prazo, além de relaxar, combater os efeitos do estresse e até melhorar dores de cabeça. 

9

Leia livros

Isso mesmo, livros! De acordo com os pesquisadores, ler realmente faz bem ao cérebro, colaborando para que ele se mantenha saudável ao longo do tempo, prevenindo contra os efeitos do envelhecimento. Se o livro for de ficção… melhor ainda! Esse tipo de literatura estimula o pensamento criativo e abre a nossa mente para novas ideias. 

1 0

Dê muita risada

Rir alto realmente faz bem para o nosso humor. E existe um motivo para as pessoas dizerem que “rir é o melhor remédio”. Quando combinada com uma rotina de exercícios físicos, a risada, em todos os níveis, melhora a nossa saúde mental e física. 

Ou seja, quando você precisar de um estímulo feliz, assista uma série ou um filme de comédia. Você vai ver o resultado em questão de minutos – ou de risadas!

1 1

Olhe algo fofo

A internet está repleta de vídeos de filhotes: são gatinhos pianistas, cachorrinhos que não conseguem subir escadas, até filhotes de golfinhos e girafas aprendendo a viver no mundo. E, pasme!, esse pequeno hábito pode melhorar a sua produtividade no trabalho, segundo as pesquisas. Isso porque quando vemos algo fofo e vulnerável, como um filhote, lembramos da necessidade natural de tomar cuidado e prestar atenção ao nosso entorno. Ou seja, somos mais cuidadosos e atenciosos. 

1 2

Durma bem

Os leitores de Boa Forma sabem o quanto uma boa noite de sono pode interferir na nossa saúde mental. Ou seja, é óbvio que ter boas noites de sono, a longo prazo, melhora – muito! – a nossa sensação de bem-estar. 

1 3

Organize a bagunça

Um ambiente desorganizado é, na verdade, o reflexo de uma mente desorganizada. Tire cinco minutos para arrumar a sua mesa de trabalho. Como você se sente? Com certeza muito melhor e mais em paz do que antes. Se você está lidando com sensações de ansiedade e estresse, coloque o timer e arrume o seu ambiente por cinco minutos. Organizar o ambiente externo ajuda a melhorar o ambiente interno – você sabia que a bagunça comprovadamente aumenta a sensação de estresse? 

1 4

Faça uma caminhada

Além de ser um ótimo exercício físico, caminhar melhora o humor e ajuda a diminuir os sintomas da ansiedade e do estresse. 

1 5

Abrace

Às vezes, tudo o que você precisa é de um abraço. O contato físico com outra pessoa reduz o estresse e a ansiedade e estimula a liberação de um hormônio – a ocitocina – que colabora para a nossa felicidade. E se você estiver sozinha… abrace a si mesma. Os efeitos são muito parecidos e essa é, também, uma conhecida técnica de meditação

Publicidade