#Escapes: 3 razões científicas para fazer uma trilha em meio à natureza

A colunista Cacá Filippini apresenta motivos de sobra para escapar da agitação urbana

Por Cacá Filippini Atualizado em 19 out 2018, 10h36 - Publicado em 18 Maio 2018, 19h16

Já falei aqui sobre os benefícios do contato com a natureza e, recentemente, dei dicas de como viver mais o “aqui e agora”. Juntando esses temas e colocando um pouco mais de exercícios físicos, minha sugestão de #escape desta semana é fazer uma trilha – como a que explorei em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo.

  • A caminhada é uma das atividades mais fáceis de se praticar, pois não exige muita habilidade, não envolve custo, pode ser feita a qualquer hora do dia e não há restrição de idade.

    O relatório World Health Statistics 2017, divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mostra que 59,2% das pessoas procuram andar a pé sempre que possível para ter maior bem-estar. E os principais motivos são: envelhecer com saúde (78,2%), sentir mais disposição (76%) e manter-se em forma (66,5%).

  • Quer mais motivos? Vamos lá:

    1. Melhora o humor e relaxa

    Durante a caminhada, nosso corpo libera uma quantidade maior de endorfina, hormônio responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Daí porque andar na natureza pode melhorar significativamente a saúde mental, trazendo benefícios para o humor e a autoestima, de acordo com um estudo da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos.

    Comparando dados de 1 991 mil pessoas de diferentes idades, gêneros e características emocionais, os pesquisadores descobriram que aqueles que se envolviam em caminhadas ao ar livre apresentavam efeitos positivos em relação ao humor e à autoestima, sendo menos estressados e propensos à depressão – mesmo que essa atividade fosse praticada por apenas alguns minutos diários.

    Continua após a publicidade

    2. Turbina o cérebro

    É o que aponta um artigo da Universidade de Illinois, também nos Estados Unidos. Segundo o trabalho, o hábito de caminhar reduz os riscos de problemas de memória e atenção ao aumentar os circuitos cerebrais.

    Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

    3. Aumenta a criatividade

    De acordo com pesquisadores da Universidade de Utah, nos EUA, passar cerca de quatro dias na natureza e longe de tantas tecnologias melhora significativamente o pensamento criativo e a resolução de problemas. Isso porque é possível se desconectar do excesso de estímulos diários, o que ajuda o cérebro a descansar e trabalhar de forma mais eficiente.

  • Ou seja, boas razões não faltam! Se a agenda é corrida, que tal reservar um dia de segunda a sexta para viver essa experiência? Experimente novos #escapes, faça menos do mesmo e até a próxima semana!

    [vimeo 270777415 w=640 h=360]

    Cacá Filippini em trilha em Pindamonhangaba from Boa Forma on Vimeo

    Continua após a publicidade
    Publicidade