“Ao ser mãe, parei de fumar e perdi 33 kg mudando meus hábitos”

Depois de muitas tentativas erradas para emagrecer, a bancária Bárbara Jimenez resolveu alterar a alimentação da forma certa e fidelizar os exercícios

Quem vê Helena comendo legumes não imagina que a mãe dela – no caso, eu – era uma fumante compulsiva que passou dos 100 quilos. Minha filha nunca ficou doente (nem resfriada!), graças à alimentação saudável que seguimos em casa, com leite do peito e sem açúcar e industrializados. Mas nem sempre foi assim. Três anos atrás, eu trabalhava 12 horas por dia em um banco e, como me sentia muito pressionada, compensava o stress com doces e cigarros – fumava mais de 20 por dia!

A real é que nunca me preocupei com a saúde e o corpo até chegar às vésperas do meu casamento, em 2015. Fui a um médico, que indicou remédios para emagrecimento. Por fora, deu certo: subi ao altar com 23 quilos a menos do que pesava dois meses antes, só que com olheiras profundas, coração disparado, boca seca… Estava ficando louca e mal conseguia dormir. Desisti dos medicamentos e, em um piscar de olhos, engordei tudo de novo.

Quando engravidei, pouco tempo depois, a única mudança foi largar o cigarro, mas continuei comendo pra caramba até bater os 103 quilos (estava ansiosa demais para controlar o garfo). Apenas quando vi o rostinho da minha filha é que nasceu um instinto materno dentro de mim e me dei conta de que precisava ser exemplo para ela.

Em janeiro do ano passado, anunciei para minhas amigas que iria perder 30 quilos e participar da São Silvestre. Todas riram – inclusive eu, que sempre emendei regimes fracassados e nunca havia corrido nem 2 km. Procurei uma nutricionista aqui de Piracicaba, interior de São Paulo, que falou uma verdade na qual eu jamais tinha pensado: ‘Se você só segue a dieta até o almoço de sexta-feira, pisa na jaca em sete refeições até o fim de domingo’. Era esse meu problema: me restringia durante a semana inteira e depois jogava tudo para o alto.

A solução, então, foi aprender receitas saudáveis que, ao mesmo tempo, são deliciosas: lasanha de berinjela, nhoque de batata-doce, capeletti de abobrinha, risoto sem lactose, bolo de banana sem açúcar… Mas não adianta repetir o prato – mesmo a preparação sendo fit, a quantidade deve ser limitada. Foi um jeito que encontrei para introduzir salada e legumes no nosso cardápio.

Tudo o que cozinho, meu marido e minha filha também comem (ele perdeu 17 quilos sem seguir uma dieta, apenas com as mudanças que promovi em casa!). Ser mãe é isso: às vezes, não dá tempo de se dedicar ao fogão, então você precisa ter congelados prontos. E não estou falando de industrializados, porque eles são repletos de açúcar e sódio.

Veja também

Ao mesmo tempo, me matriculei na academia e apostei no treino de força e na corrida para perder peso sem ficar molenga. Eu achava a musculação muito entediante até adotar a técnica dos 21 dias, que diz que, para transformar uma nova atitude em hábito, deve-se repeti-la durante esse período.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Essa recorrência provoca uma reprogramação do cérebro… Só sei que agora adoro os exercícios, porque fazem bem para meu corpo – sem eles, com certeza minha barriga e meus braços não estariam definidos. Na esteira, intercalava um minuto de corrida com cinco de caminhada até conseguir acelerar por 5 km direto. Hoje, encontro um grupo de mulheres para rodar 15 km todos os domingos.

Antes e depois Bárbara Jimenez

 (Eduardo Svezia / Arquivo pessoal/BOA FORMA)

Pois é, no fim do ano, cumpri minha meta! Eliminei 33 quilos, conquistei a medalha da São Silvestre (e, desde então, de duas meias maratonas) e mudei totalmente a qualidade de vida da minha família.

GymPass BOA FORMA: treine em mais de 12 mil academias por um valor fixo

Para mim, cozinha é sinal de afeto e tenho muito amor em preparar pratos e marmitas saudáveis para as pessoas de quem eu gosto. Dizem que mãe fit é mãe chata, mas eu sinto o maior orgulho de saber que minha filha não conhece o gosto de açúcar, nunca ficou doente e come todas as verduras e frutas sem fazer birra. Pelo contrário, ela adora!”

Bolo de mel e banana

Ingredientes

  • 4 bananas-nanica bem maduras
  • 1/2 xíc. (chá) de óleo de coco
  • 4ovos
  • 1 col. (sopa) de mel
  • 1 xíc. (chá) de farelo de aveia
  • 1 xíc. (chá) de farinha de aveia
  • 2 col. (sopa) de fermento em pó

Modo de fazer

No liquidificador, bata as bananas, o óleo, os ovos e o mel. Passe para um bowl e junte as farinhas. Misture bem e acrescente o fermento. Coloque em uma fôrma de silicone e asse em forno preaquecido a 200 °C por 30 minutos ou até dourar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s