7 maneiras de segurar a fome no inverno

Com o frio chegando, saiba como driblar as armadilhas da estação sem colocar a dieta em risco

Quando cai a temperatura, nosso organismo tende a buscar alimentos mais calóricos e gordurosos e, se não tomarmos cuidado, corremos o risco de exagerar e ganhar alguns quilinhos extras. “No inverno, a necessidade de repor água é menor que no calor, por isso reduzimos o consumo de sucos, frutas e saladas, mais leves, e preferimos alimentos mais quentes, calóricos e com digestão mais lenta, que proporcionam sensação de saciedade por mais tempo”, explica Andrea Dario Frias, PhD em nutrição, de São Paulo.

Mas, segundo ela, há outro fator ainda mais importante: “Os estudos destacam que o aumento do apetite nos dias mais frios tem a ver com a relação emocional que apresentamos com a comida. Buscamos conforto na comida quente”. A boa notícia é que é possível aliar o aconchego que buscamos no inverno com hábitos saudáveis. Confira o nosso guia com táticas infalíveis.

1. Sopa, a grande aliada

Substituir a salada do jantar pela sopa é uma ótima alternativa para nutrir e aquecer o corpo, mas tudo depende dos ingredientes. “Uma sopa balanceada deve ter uma porção de proteína magra, como peito de frango ou músculo, e legumes pouco calóricos, como a abobrinha, a berinjela, o chuchu, o alho-poró, o aipo, a couve-flor, o brócolis e a abóbora”, indica a nutricionista Marcela Frias, do Rio de Janeiro.

Convém não exagerar nos carboidratos. “A batata, o macarrão e a mandioquinha são todos desse grupo alimentar. Escolha apenas um para acrescentar à sopa”, fala Paula Castilho, nutricionista de São Paulo. Sirva com fio de azeite extravirgem ou salpique linhaça, lascas de amêndoa ou de girassol – fontes de gordura do bem. A sopa também vai bem no almoço, como entradinha – dá saciedade e, por isso, você vai se contentar com uma porção menor do prato principal.

2. O conforto do chá

Chá de hibisco

 (spaxiax/Thinkstock/Getty Images)

A melhor forma de aquecer o corpo sem calorias é beber chá. “Recomendo os à base de Camellia sinensis (verde, branco, vermelho e amarelo) e o de hibisco, que, comprovadamente, ajudam no controle do peso”, diz Andrea Dario Frias. Além disso, são ricos em antioxidantes que beneficiam a saúde – inclusive o sistema imunológico, que pode ficar mais frágil nesse período de temperaturas baixas. “Se a intenção é manter a ansiedade sob controle, a erva-doce é uma ótima opção”, garante Ana Luisa Vilela, nutróloga de São Paulo.

3. Especiarias antigordura

Assim como o chá-verde, o gengibre, a canela e a pimenta vermelha também são termogênicos: elevam a temperatura corporal e promovem um maior gasto energético ao serem processados. Além disso, são temperos que conferem um gostinho especial. “Ponha gengibre ralado ou picado no leite, no chá e nas sopas e polvilhe canela nas frutas assadas e no iogurte”, aconselha o endocrinologista Alfredo Cury, do Rio de Janeiro.

4. Intervalo mais curto entre as refeições

“No frio, como o organismo precisa trabalhar mais para manter a temperatura corporal, ficamos com a sensação de fome mais cedo. Uma dica é diminuir o intervalo entre as refeições para duas horas e meia, em vez de três”, diz a nutricionista Alessandra Almeida, de Brasília, que acrescenta: “Procure consumir alimentos pouco calóricos e em porções pequenas“.

5. Frutas assadas no lugar dos doces

No forno ou simplesmente aquecidas no micro-ondas, elas ficam deliciosas! Opte por maçã, banana, pêssego ou abacaxi, com uma pitada de canela por cima. De acordo com a equipe de nutricionistas do W Spa, do Rio de Janeiro, a especiaria ajuda ainda a atrasar o esvaziamento gástrico, o que colabora para evitar a fome ao longo do dia.

6. Mistura pró-saciedade

Você está ansiosa demais e não consegue controlar a fome? Ana Luisa ensina uma receita que, segundo ela, dá a sensação de um balão natural e temporário no estômago. Misture duas colheres de chá dos seguintes ingredientes: farelo de soja, farelo de aveia, gelatina em pó incolor e sem sabor, semente de chia, linhaça dourada e farinha de maracujá. Triture e consuma com frutas ou iogurte pelo menos duas horas antes do horário que costuma sentir mais fome. “Essa mistura garantirá saciedade por algumas horas”, garante a nutróloga.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

7. Chocolate em dose moderada

Quem não abre mão dessa delícia não precisa sofrer: basta fazer trocas inteligentes. “Substitua o achocolatado por cacau em pó, o leite integral pelo desnatado e use adoçante”, indica Ana Luisa. Mas tome apenas uma xícara e, de preferência, no café da manhã, quando sobra bastante tempo para queimar calorias. A nutricionista Andrea Hirga, de São Paulo, dá outra sugestão gostosa: “Salpique cacau em pó nas frutas assadas ou até mesmo um pouquinho de chocolate 70% cacau derretido.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s