Veja outras funções fitness do seu rolo de liberação miofascial

Testamos: é possível usar o acessório para treinar força e até melhorar a drenagem linfática de pernas e abdômen durante a aula de ballet pilates.

Quem treina pesado – principalmente as corredoras – conhece bem (ou deveria) o poder do rolinho de liberação miofascial, aquele acessório de espuma que você desliza e pressiona ao longo do corpo todo. Com ele, dá para fazer uma massagem rápida e profunda eliminando os pontos de tensão, o que libera a ação da musculatura e diminui aquela dor pós-treino.

Agora, o ballet pilates encontrou outras formas de usar o rolinho dentro da sala de aula. “Por causa do seu formato e da sua instabilidade, consegui introduzi-lo em exercícios intensos com o objetivo de acelerar o batimento cardíaco e trabalhar força”, diz a educadora física Audrea Lara, criadora do método. Confira, abaixo, três benefícios de inserir o acessório no seu treino e a melhor forma de fazer isso:

1. Mais força e funcionalidade

Como o tamanho do rolinho é exatamente igual à distância dos nossos ombros, quando seguramos suas laterais fazemos os exercícios com a cintura escapular (parte de cima do tronco) bem encaixada. Você pode, por exemplo, trabalhar o tríceps, elevando e descendo os braços estendidos atrás do corpo. As repetições parecem inocentes, mas a musculatura dos membros superiores sai queimando (senti na pele e nos músculos!).

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Além disso, com a frequência da prática, você acaba reproduzindo a postura de bailarina também durante o dia, inclusive quando estiver sentada à frente do computador. “Um dos princípios do pilates é manter o core acionado e o corpo alinhado em todos os exercícios, o que exige uma estabilização dos paravertebrais [pequenos músculos nas costas]”, diz Audrea.

2. Mais consciência corporal

É claro que o acessório rola para frente e para trás quando você pisa nele, por isso, é preciso acionar a musculatura mais profunda das pernas para não perder o equilíbrio. “Quando fazemos os exercícios do balé sobre ele, conseguimos melhorar bastante nossa propriocepção, o que também traz benefícios para outras modalidades”, explica Audrea. Tornozelos e joelhos ficam mais bem preparados para responder a torções e mudanças de direção num esporte coletivo ou na dança, por exemplo.

E, uma vez que você forma uma espécie de garra com os pés, o espaço entre os ossinhos da região (os metatarsos – lembra a fratura do Neymar?) se expande, o que promove mais equilíbrio, inclusive durante a corrida. “Quem usa sapato fechado ou salto alto costuma perder a mobilidade do pé”, alerta Audrea. Essa parte da aula é bem desafiadora, mas com concentração e dedicação, aos poucos dá para pegar o jeito!

3. Mais drenagem

O óbvio: quando o rolinho passa sobre nossa fáscia (camada que envolve os músculos), acaba promovendo uma melhora do sistema linfático. “Na parte da frente do corpo, os movimentos devem ser de baixo para cima; na parte de trás, o contrário”, orienta Audrea.

GymPass BOA FORMA: treine em mais de 12 mil academias por um valor fixo

O diferencial é que os exercícios de balé, como os pliês e os relevés, também incentivam a ação dos gânglios. “A gente flexiona os joelhos sem empinar o quadril para trás, o que mantém a área dos psoas [pequeno músculo ao lado da virilha] bem aberta e com mais circulação para eliminar a retenção de líquido.” O mesmo acontece quando você flexiona o na meia ponta: há um aumento no bombeamento do retorno venoso.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s